Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

A última paixão de Ljubomir Stanisic

O chef jugoslavo vale ouro e a TVI tem de o saber mimar como uma estrela para continuar a tê-lo em Quleuz de Baixo. É que ele vale 24 vitórias durante o ano… no dia mais importante da televisão.
11 de janeiro de 2020 às 07:00
...
A última paixão de Ljubomir Stanisic
Foto: Cofina Media
1. Quem diz que Ljubomir Stanisic é um ordinário, que é uma besta no trato com as pessoas, que só sabe gritar com elas e que não merece, por isso, um formato de televisão, ainda por cima em horário nobre na TVI, não está a ser honesto. Não está. E o melhor exemplo foi o episódio de ‘Pesadelo na Cozinha’ em Alverca. "Eu fui um pouco bruto consigo e quero pedir desculpas por isso...", diz a determinado momento o chef jugoslavo de quase dois metros a uma ajudante de cozinha. "Mas eu levo o trabalho com muita paixão", justifica a seguir.

Irene, uma septuagenária com problemas de audição, compreende-o melhor do que ninguém. "Eu sei, eu sei. Não tem de pedir desculpa nenhuma… Aceito que as pessoas que sabem mais do que eu me repreendam. Não sou de chorar e essas coisas assim… O senhor comoveu-me como pessoa. Quem o tiver como amigo que o mantenha."

Ljubomir é de facto uma caixinha de surpresas. Das boas. É um chef consagrado, dos melhores do País, mas também uma estrela da TV portuguesa, levando tudo à frente aos domingos, seja o ‘The Voice’, na RTP1, ou ‘A Máscara’, na SIC. Vale ouro. Muito ouro. Saiba a estação de Queluz de Baixo mimá-lo, tratá-lo como merece, fazê-lo sentir-se em casa, e tem garantida a vitória no dia mais importante, pelo menos durante 24 semanas por ano.

2. Felipa Garnel durou apenas cinco meses como diretora de Programas da TVI. Pouco tempo, portanto, e como se perspetivava, aliás, desde que assumiu funções em Queluz de Baixo. Sem experiência no cargo, numa estação à beira do abismo e com uma SIC numa dinâmica de vitória brutal após a contratação de Cristina Ferreira, a tarefa era hercúlea. Mas, mesmo assim, Felipa deu alguns valentes tiros nos pés. Não vai deixar saudades.

Sucede-lhe Nuno Santos, que já passou pela SIC e pela RTP e que sabe muito de televisão, na qual entrou em 1992. Saiba rodear-se de profissionais competentes, empenhados, ambiciosos e de confiança, montar uma estratégia que se aproxime mais dos portugueses, que toque o País, dos mais novos aos mais velhos, das mulheres aos homens, que os resultados, mais cedo ou mais tarde, aparecerão. 2020 promete mesmo!

Mais notícias de O Tal Canal

Rita Pereira vai à guerra com a SIC

Rita Pereira vai à guerra com a SIC

A ficção pode bem vir a ajudar a decidir quem vai ganhar as audiências em 2020. A estação de Paço de Arcos está muito na frente, mas a de Queluz de Baixo tem gente com talento para inverter a situação.
A última paixão de Ljubomir Stanisic

A última paixão de Ljubomir Stanisic

O chef jugoslavo vale ouro e a TVI tem de o saber mimar como uma estrela para continuar a tê-lo em Quleuz de Baixo. É que ele vale 24 vitórias durante o ano… no dia mais importante da televisão.
Mais porrada na TV

Mais porrada na TV

Cristina Ferreira ou Daniel Oliveira? Pois é... A trabalharem juntos há um ano, nem tudo corre de feição na SIC. 2020 promete muito.
Manuel Luís Goucha ataca a SIC

Manuel Luís Goucha ataca a SIC

Depois de Fátima Lopes e Ljubomir Stanisic provarem que é possível vencer na TVI, o apresentador de ‘Você na TV!’ tem tudo para mostrar que está vivo e que pode fazer frente a Cristina Ferreira.
As miúdas de Daniel Oliveira

As miúdas de Daniel Oliveira

Carolina Loureiro foi escolhida pelo diretor da SIC para protagonista de ‘Nazaré’ por ter também milhares de seguidores no Instagram. E Cristina Ferreira recebeu um presente envenenado com a entrevista a Ângelo Rodrigues. Bem-vindos a 2020.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!