Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

Coitada da Olívia Ortiz

Na prateleira da TVI, a apresentadora decidiu ir ao programa de Cristina Ferreira, na SIC. Não ganhou nada em Paço de Arcos, perdeu tudo em Queluz de Baixo. Pedro Teixeira e Lourenço Ortigão bem podiam dar-lhe uma lição… num País onde Marcelo já quer saber como estão os seus índices de popularidade.
19 de outubro de 2019 às 07:00
...
Coitada da Olívia Ortiz
1. Cristina Ferreira consegue quase tudo o que quer no seu programa – Marcelo Rebelo de Sousa a ligar-lhe, António Costa a cozinhar e Luís Filipe Vieira a jogar às cartas. Mas não conseguiu ter Pedro Teixeira. O ator mostra finalmente, aos 38 anos, ter uma maturidade profissional que só me merece um rasgado elogio. Numa recente entrevista, disse isto: "Claro que não vou cozinhar à ‘casa’ da Cristina. Não faz sentido lá ir! Sou exclusivo da TVI. Quantas pessoas é que se viu, nos últimos anos, da SIC, a irem à TVI? Temos um contrato de exclusividade, estamos ligados a um canal, temos de fazer tudo para que a empresa em que estamos faça as coisas bem." Parabéns, Pedro. Há muito que digo que, para vencermos, é preciso vestir (e sentir) a camisola.

E, já agora, Pedro, se me permite, explique a Olívia Ortiz o que é isso. Nascida na TVI, já com algumas oportunidades profissionais na estação mas que não as soube aproveitar, decidiu ir ao 'Programa da Cristina'. Não ganhou nada em Paço de Arcos, perdeu tudo em Queluz de Baixo. Dedicada cada vez mais a vender bugigangas nas redes sociais, com roupa ou sem roupa vestida, percebo agora a razão de estar na prateleira. Enganou-me bem, há uns anos, quando apareceu.

2. Lourenço Ortigão, num balanço da novela 'Prisioneira', cujas gravações chegaram agora ao fim, preferiu falar verdade: "É óbvio que este projeto não atingiu as expectativas." Muito bem o ator, aos 30 anos, a dar o exemplo às velhas raposas da televisão. Para quê mentir às pessoas? Ainda há dias me perguntavam vários jornalistas da RTP como é que foi possível Maria Flor Pedroso negar uma guerra sem fim com Sandra Felgueiras, quando toda a redação sabe disso. Fiquei sem resposta. 

3. Marcelo Rebelo de Sousa, que diz que não sabe ainda se se vai recandidatar, foi ao 'Alta Definição'. Falou, falou, falou, durante quase uma hora, e a certa altura revelou a necessidade de fazer em breve um cateterismo. Se o objetivo do inquilino do Palácio de Belém, com esta aparição no magazine da SIC, era auscultar os seus índices de popularidade, ou criar um movimento de apoio a uma recandidatura, ele saiu furado. Por exemplo, o especial com Roberto Leal teve mais espectadores. Mas, enfim, temos de respeitar as modas.

Mais notícias de O Tal Canal

Acabou em amor

Acabou em amor

‘Terra Brava’ tem tudo, desde Mariza a João Catarré e Mariana Monteiro, passando por Carlos do Carmo e o Alqueva, até aos cavalos e a pequena vila. E não é de estranhar por isso que seja já líder de audiências em Portugal. Estou apaixonado pela nova novela da SIC.
A vergonha do 'The Voice'

A vergonha do 'The Voice'

A nova temporada do concurso da RTP1, um grande formato de entretenimento de televisão, volta a ser dominada pelas canções em inglês. A estação pública tem a obrigação de promover e difundir a língua de Camões.
Coitada da Olívia Ortiz

Coitada da Olívia Ortiz

Na prateleira da TVI, a apresentadora decidiu ir ao programa de Cristina Ferreira, na SIC. Não ganhou nada em Paço de Arcos, perdeu tudo em Queluz de Baixo. Pedro Teixeira e Lourenço Ortigão bem podiam dar-lhe uma lição… num País onde Marcelo já quer saber como estão os seus índices de popularidade.
O circo está montado

O circo está montado

Além do ‘The Voice’, que promove mais a música estrangeira do que a portuguesa, temos de novo ‘Casados à Primeira Vista’. Catarina Furtado e Diana Chaves têm a palavra.
Globos pariram um rato

Globos pariram um rato

A cerimónia foi líder de audiências e isso chega para a SIC. Mas quando, no dia seguinte, só se fala dos cinco vestidos de Cristina Ferreira e de Bárbara Guimarães, algo vai mal na televisão portuguesa.
Há dinheiro na RTP

Há dinheiro na RTP

Depois de 'Sul', a estação pública anunciou a estreia de mais séries, concursos e documentários nas próximas semanas. Quantidade não falta. E qualidade, como exige Miguel Guilherme, há?

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas