Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

Há dinheiro na RTP

Depois de 'Sul', a estação pública anunciou a estreia de mais séries, concursos e documentários nas próximas semanas. Quantidade não falta. E qualidade, como exige Miguel Guilherme, há?
28 de setembro de 2019 às 13:43
...
Há dinheiro na RTP

A RTP continua a ter muito dinheiro para fazer a diferença em relação aos seus mais diretos adversários. A estação pública apresentou há dias inúmeras apostas, da informação ao entretenimento, passando pela ficção, e daquilo que se conhece para já, sem nenhuma delas ter estreado, há ali boas ideias, coisas engraçadas, com gente talentosa envolvida. Falta ver, no entanto, se há qualidade, se faz a diferença no que já vemos no pequeno ecrã e, obviamente, se tem audiência. Porque uma televisão sem espectadores, mesmo sendo pública, só faz sentido assim. Para já, a primeira aposta de José Fragoso a estrear é 'Sul'

O primeiro episódio desta série é transmitido no sábado, dia 28, e incide no Portugal de 2013, altura em que o País, sob a alçada da troika, vivia mergulhado numa grave crise económica e social, com a demissão de Vítor Gaspar, a saída "irreversível" de Paulo Portas do Governo, os centros de emprego repletos de gente e de negócios obscuros entre figuras importantes da nossa sociedade. Com Margarida Vila-Nova, José Raposo ou Margarida Marinho no elenco, num argumento de Edgar Medina e realização de Ivo Ferreira, parece haver argumentos suficientes para prender os portugueses. 

A seguir a 'Sul', vem 'Jogo de Todos os Jogos', com Filomena Cautela, réplica do concurso americano de sucesso 'Game of All Games', da poderosa Ellen DeGeneres; 'Alta Fidelidade', com Vasco Palmeirim, que pretende dar a conhecer melhor os grandes nomes da música portuguesa; e o 'The Voice', com Catarina Furtado e Vasco Palmeirim. Mas é na ficção que a RTP põe a carne toda no assador: 'A Espia', com Daniela Ruah, Diogo Morgado e Maria João Bastos; 'A Herdade', com Albano Jerónimo; 'Terra Nova', com João Reis e Sandra Faleiro; 'Luz Vermelha', com Margarida Vila-Nova e Afonso Pimentel, e, por fim, o regresso de uma nova temporada de 'Conta-Me como Foi', protagonizada por Miguel Guilherme e Rita Blanco. 

Sinceramente, perante esta pequena amostra da nova RTP1, apetece ver tudo. Mas insisto na qualidade dos produtos, aproveitando para citar Miguel Guilherme: "Como as coisas são feitas, é tudo menos serviço público de televisão." Que nos provem agora o contrário, que tudo o que aí vem vai fazer a diferença, e que ajudem a melhorar a TV portuguesa.

Mais notícias de O Tal Canal

Ângelo Rodrigues despido na SIC

Ângelo Rodrigues despido na SIC

O ator que esteve entre a vida e a morte vai agora protagonizar um reality show sobre a sua recuperação. Ganhará um lugar em futuros elencos de novelas da estação, perderá provavelmente para sempre a sua dignidade.
Acabou em amor

Acabou em amor

‘Terra Brava’ tem tudo, desde Mariza a João Catarré e Mariana Monteiro, passando por Carlos do Carmo e o Alqueva, até aos cavalos e a pequena vila. E não é de estranhar por isso que seja já líder de audiências em Portugal. Estou apaixonado pela nova novela da SIC.
A vergonha do 'The Voice'

A vergonha do 'The Voice'

A nova temporada do concurso da RTP1, um grande formato de entretenimento de televisão, volta a ser dominada pelas canções em inglês. A estação pública tem a obrigação de promover e difundir a língua de Camões.
Coitada da Olívia Ortiz

Coitada da Olívia Ortiz

Na prateleira da TVI, a apresentadora decidiu ir ao programa de Cristina Ferreira, na SIC. Não ganhou nada em Paço de Arcos, perdeu tudo em Queluz de Baixo. Pedro Teixeira e Lourenço Ortigão bem podiam dar-lhe uma lição… num País onde Marcelo já quer saber como estão os seus índices de popularidade.
O circo está montado

O circo está montado

Além do ‘The Voice’, que promove mais a música estrangeira do que a portuguesa, temos de novo ‘Casados à Primeira Vista’. Catarina Furtado e Diana Chaves têm a palavra.
Globos pariram um rato

Globos pariram um rato

A cerimónia foi líder de audiências e isso chega para a SIC. Mas quando, no dia seguinte, só se fala dos cinco vestidos de Cristina Ferreira e de Bárbara Guimarães, algo vai mal na televisão portuguesa.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!