Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

Matar ou morrer

A ficção da TVI continua a perder para a da SIC. A estranha ausência de Manuel Luís Goucha. A doença grave e a dispensa de um ator. A guerra entre Serginho e Cláudio Ramos. Para onde vamos?
22 de junho de 2019 às 07:00
...
Matar ou morrer
Foto: Cofina Media
1. No momento em que escrevo esta crónica, passou só um episódio de 'Amar depois de Amar', e os números da estreia da novela da TVI foram estes: 1 milhão e 95 mil e 40 espectadores, menos 29 mil do que 'Golpe de Sorte'. Não sei o que aí virá: se a série da SIC continua segura na liderança, ou se, pelo contrário, esta trama protagonizada por Pedro Lima, Dina Félix da Costa, Maria João Pinho e Filipe Vargas consegue cativar os portugueses e voltar a dar a vitória à estação no horário nobre. Num dos momentos mais difíceis da sua história de 26 anos, joga-se aqui muito, para o bem e para o mal, a influência de José Eduardo Moniz, consultor da Ficção e Entretenimento em Queluz de Baixo.

2. Na apresentação de 'Amar depois de Amar' à imprensa, na segunda-feira, 17, precisamente o dia de estreia da novela da TVI, a estação deu uma imagem de força no Parque Eduardo VII: além do elenco e autores, estavam no local do evento alguns dos principais rostos da informação e do entretenimento de Queluz de Baixo: Judite Sousa, José Alberto Carvalho e Maria Cerqueira Gomes. Perante o silêncio dos três, senti a falta de Manuel Luís Goucha e de Fátima Lopes, que tem desculpa, pois estava a apresentar 'A Tarde É Sua'.

3. Em entrevista à TV Guia, Ângelo Torres desmente ter esclerose múltipla: diz ter "apenas" uma hipertrofia no joelho esquerdo, que o leva a deslocar-se de canadiana. Se assim for, é uma ótima notícia, uma vez que este problema de saúde será resolvido com uma cirurgia. Já a sua dispensa da novela 'A Prisioneira' é uma má notícia. O ator é dos bons.

4. Serginho é um dos vários comentadores de social da TVI e, nos últimos dias, no Você na TV!, decidiu insultar Cláudio Ramos, seu velho conhecido desde 'Noites Marcianas', em 2001, na SIC. "Depois de a dona lhe ter posto a trela, quase que parece gente." Contactado pela TV Guia, o parceiro de Cristina Ferreira recusou-se a comentar a polémica: "Não falo sobre essas coisas." Fez bem. Isso seria descer o nível, em primeiro lugar, e seria dar-lhe palco, depois, quando o programa das manhãs da estação de Queluz de Baixo luta, hoje, com 'Praça da Alegria', da RTP 1, pelo segundo lugar do pódio.

Mais notícias de O Tal Canal

Os murros de José Alberto Carvalho

Os murros de José Alberto Carvalho

Morreu-lhe uma tia, de 93 anos, e não pôde despedir-se dela. Era a sua segunda mãe. O jornalista da TVI partilhou os seus sentimentos em direto, no Jornal das 8, e deu-nos uma lição. A chorar por dentro, mas de pé. Como as árvores.
Venceremos!

Venceremos!

A TVI copiou a ‘Terra Brava’? E a SIC copiou quem? O que interessa é que ‘Quer o Destino’ é uma boa novela. Quando o balão de Bárbara Guimarães começa a esvaziar e Cristina Ferreira se fechou em casa, Jorge Gabriel ou Tânia Ribas de Oliveira assumem uma missão. Parabéns!
Cláudio Ramos arrasa SIC

Cláudio Ramos arrasa SIC

Depois de dizer que tem “a certeza” de que um dos melhores momentos da vida de Cristina Ferreira foi trabalhar consigo, o apresentador revelou que não foi valorizado na estação de Paço de Arcos. A guerra começou.
O “preguiçoso” RAP no novo ataque de Sousa Tavares

O “preguiçoso” RAP no novo ataque de Sousa Tavares

Miguel Sousa Tavares voltou a atacar Ricardo Araújo Pereira, que se mudou para a SIC a troco de 15 mil euros/mês. Líder de audiências com o seu humor na estação de Paço de Arcos, lá veio Herman José à baila…
O que vale Bárbara Guimarães?

O que vale Bárbara Guimarães?

Apresentadora vai regressar à SIC no dia 8 de março, e esta será sempre uma boa notícia, apesar de o seu último sucesso na TV ter sido já no longínquo ano de 1998.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;