Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

O erro de Manuel Luís Goucha

Perdeu todos os dias para Cristina Ferreira. E por muitos. Contas feitas, a diferença já vai em 3 milhões de espectadores. E o apresentador diz que não perde um minuto com a audiência da antiga amiga. Não? Mas devia!
26 de janeiro de 2019 às 08:00
1. À hora a que escrevo esta crónica, Manuel Luís Goucha continua sem ganhar um dia sequer a Cristina Ferreira nas manhãs da televisão portuguesa. Nada me move contra este apresentador, bem pelo contrário. É um excelente profissional e comunicador. Sinto-o, porém, um homem perdido ao lado de Maria Cerqueira Gomes e do marido, Rui Oliveira, no novo ‘Você na TV!’. E exemplos, como bem sabemos, não têm faltado nas últimas semanas.

A uma revista, de forma inesperada, disse mesmo que não ia perder um minuto do seu "precioso tempo com a audiência do lado". Pois eu penso precisamente o contrário: Manuel Luís Goucha devia perder muito do seu tempo a estudar os números da antiga amiga, agora na SIC, para perceber, de facto, a razão de, em apenas 12 dias, ter menos 2 milhões e 740 mil espectadores no acumulado, quando em comparação com Cristina, e assim tentar inverter a desgraça. A mim não me surpreende tamanha diferença: basta ver os programas, os cenários, os convidados e a dinâmica dos dois.   

2. A propósito da pequena revolução que Ricardo Costa está a fazer na SIC Notícias, acabando, por exemplo, com a Quadratura do Círculo e dispensando todo o painel de O Dia Seguinte – comentadores e jornalista –, tenho ideia de que o canal de notícias de Carnaxide fica mais fragilizado. O primeiro programa, dedicado ao debate político, já não causa o impacto de outrora ou não faz ruído na agenda, é verdade, mas é indiscutivelmente uma referência na televisão portuguesa. Na TVI24, que bateu a RTP na corrida para ficar com o formato, pode ganhar uma nova dinâmica, entretanto perdida ao longo do tempo. O segundo programa, este sobre o futebol falado, perde a única voz crítica a Luís Filipe Vieira (Rui Gomes da Silva), o que dava bastante sal e pimenta à coisa, e reforça-se com gente com menos "jogos nas pernas". Vamos ver.

Eu, que joguei futebol federado durante 15 anos, não ligo muito a estes formatos. Mas, do pouco que vejo, a minha escolha está feita há bastante tempo e incide em três ou quatro "craques": José Manuel Freitas (independente e sábio), Fernando Mendes (humilde e genuíno) e José Calado (astuto e tático), todos da CMTV, e Pedro Sousa (cirúrgico e noticioso), na TVI24.

Mais notícias de O Tal Canal

O circo está montado

O circo está montado

Além do ‘The Voice’, que promove mais a música estrangeira do que a portuguesa, temos de novo ‘Casados à Primeira Vista’. Catarina Furtado e Diana Chaves têm a palavra.
Globos pariram um rato

Globos pariram um rato

A cerimónia foi líder de audiências e isso chega para a SIC. Mas quando, no dia seguinte, só se fala dos cinco vestidos de Cristina Ferreira e de Bárbara Guimarães, algo vai mal na televisão portuguesa.
Há dinheiro na RTP

Há dinheiro na RTP

Depois de 'Sul', a estação pública anunciou a estreia de mais séries, concursos e documentários nas próximas semanas. Quantidade não falta. E qualidade, como exige Miguel Guilherme, há?
Desastre fatal

Desastre fatal

A nova novela da TVI, 'Na Corda Bamba', confirma o pior dos cenários: nada do que passa na estação de Queluz de Baixo reúne a preferência dos portugueses.
TVI em chamas

TVI em chamas

O Programa de Fernanda Serrano antes do 'Jornal das 8' não lembra a ninguém. E as audiências são implacáveis – perdão, os portugueses. A primeira aposta de Felipa Garnel é um fracasso.
Paródia na TVI

Paródia na TVI

Alguns atores, como Lourenço Ortigão e Benedita Pereira, não sabem que nova novela ‘Prisioneira’ vem aí e assumem-se perdidos. Parece brincadeira, mas é verdade. Na estação de Queluz de Baixo poucos sabem o que andam a fazer

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!