Paulo Abreu
Paulo Abreu O Tal Canal

Notícia

Parasitas de volta

Quando tudo nos levava a crer que os formatos com parasitas da sociedade, como 'Love on Top', tinham levado um pontapé no rabo, no final de 2016, eis que os responsáveis da TVI voltam miseravelmente à fórmula inicial.
04 de março de 2017 às 08:00

1. A estratégia da TVI para os sábados à noite ruiu em apenas duas semanas. Se, inicialmente, as expectativas de todos sobre 'Let’s Dance', desde o director-geral, Bruno Santos, à apresentadora, Fátima Lopes, eram as maiores, hoje, pode dizer-se que o concurso, que obrigou a estação a gastar uma boa fatia do seu orçamento para 2017, é uma aposta falhada.

Não na detecção de talentos e na promoção desta arte, mas nos resultados. E isso, numa estação privada, por muito que nos possa custar, é primordial. Na estreia, em 11 de Fevereiro, prendeu pouco mais de um milhão de espectadores e, no segundo episódio, nem chegou aí. E já não vou falar dos diários, entre as 19:30 e as 20:00, que faziam metade dos do campeão 'O Preço Certo', de Fernando Mendes, na RTP1.

Assim sendo, porque – repito – as audiências são sinónimo de dinheiro, não restou a Bruno Santos outra solução: empurrar 'Let’s Dance', aos sábados à noite, para uma hora mais tarde, a seguir a 'Ouro Verde', acabar com os diários de segunda a sexta, que vão ser ocupados, para já, enquanto não estreia o concurso de Cristina Ferreira/Pedro Teixeira, por novas aventuras de 'Inspector Max', e, por fim, apostar numa quarta edição de 'Love on Top', meio envergonhada na TVI e assumidamente no TVI Reality, no cabo. E é aqui que não posso calar a minha revolta: quando tudo nos levava a crer que os formatos com parasitas da sociedade tinham levado um pontapé no rabo, no final de 2016, eis que os responsáveis de Queluz de Baixo voltam miseravelmente à fórmula inicial.

Temo que a 'Operação Triunfo', aposta da TVI para Setembro, venha a dar lugar em Outubro a mais uma 'Casa dos Segredos'... 

2. Embora já não fosse uma criança, considerei Nuno Eiró a revelação da TV portuguesa em 2015. Um ano depois, em 2 de Dezembro de 2016, escrevi, aqui, que ele estava "pronto para assumir melhores desafios profissionais". Pois bem, mal aproveitado na TVI, aceitou mudar-se para a CMTV, onde começou a apresentar o programa das manhãs, ao lado de Maya, na segunda-feira, dia 27. Gosto de gente que não se conforma com o que tem, de gente que arrisca. Boa sorte, Nuno!

*Este texto não é escrito segundo o novo Acordo Ortográfico, por vontade expressa do autor.

Mais notícias de O Tal Canal

O circo está montado

O circo está montado

Além do ‘The Voice’, que promove mais a música estrangeira do que a portuguesa, temos de novo ‘Casados à Primeira Vista’. Catarina Furtado e Diana Chaves têm a palavra.
Globos pariram um rato

Globos pariram um rato

A cerimónia foi líder de audiências e isso chega para a SIC. Mas quando, no dia seguinte, só se fala dos cinco vestidos de Cristina Ferreira e de Bárbara Guimarães, algo vai mal na televisão portuguesa.
Há dinheiro na RTP

Há dinheiro na RTP

Depois de 'Sul', a estação pública anunciou a estreia de mais séries, concursos e documentários nas próximas semanas. Quantidade não falta. E qualidade, como exige Miguel Guilherme, há?
Desastre fatal

Desastre fatal

A nova novela da TVI, 'Na Corda Bamba', confirma o pior dos cenários: nada do que passa na estação de Queluz de Baixo reúne a preferência dos portugueses.
TVI em chamas

TVI em chamas

O Programa de Fernanda Serrano antes do 'Jornal das 8' não lembra a ninguém. E as audiências são implacáveis – perdão, os portugueses. A primeira aposta de Felipa Garnel é um fracasso.
Paródia na TVI

Paródia na TVI

Alguns atores, como Lourenço Ortigão e Benedita Pereira, não sabem que nova novela ‘Prisioneira’ vem aí e assumem-se perdidos. Parece brincadeira, mas é verdade. Na estação de Queluz de Baixo poucos sabem o que andam a fazer

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Arnie 16.03.2017

Didn't know the forum rules allowed such braniillt posts.