Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas COMO F***DER UM CASAMENTO Manual Prático para Mulheres e para Homens

Notícia

COMO F***DER UM CASAMENTO 12. DEIXAR ANDAR.

— O que tens?
29 de novembro de 2019 às 00:00
...
COMO F***DER UM CASAMENTO  12. DEIXAR ANDAR.

—     O que tens?

—     Nada.

—     ...

—     Porquê?

—     Por nada.

—     E tu?

—     Estou bem.

—     Mesmo?

—     Mesmo.

—     ...

—     Porquê?

—     Por nada.

Ele e ela. Fechados numa espécie de mundo a dois. Uma anulação da solidão. Ou: uma solidão a dobrar?

—     Correu tudo bem no escritório?

—     Sim, normal.

—     OK.

—     E lá na empresa?

—     Também.

—     Óptimo.

—     ...

—     ...

O tamanho de uma relação é o tamanho dos silêncios que consegue suportar: quando o silêncio começa a doer é toda a relação que começa a ceder.

—     Este arroz daqui é bom, não é?

—     Sim.

—     ...

—     Amanhã não te esqueças de levar o Henrique à escola mais cedo.

—     Sim, eu sei.

—     Como está ele?

—     Bem. A professora diz que tem andado mais atento.

—     Óptimo, óptimo.

—     ...

—     ...

—     Já pensaste como vai ser o Natal este ano?

—     Como o costume, não?

—     OK.

—     ...

—     ...

—     Já pagaste o condomínio?

—     Acho que sim.

—     ...

—     Porquê?

—     O senhor Gouveia passou por mim na entrada do prédio e eu lembrei-me.

—     Mas já paguei, sim.

—     OK.

—     ...

—     ...

À volta há mais pessoas, mais relações assim, espalhadas pelas mesas de um restaurante em hora de ponta. Por todo o lado há pessoas sozinhas espalhadas pelas mesas que partilham com outras pessoas sozinhas em restaurantes em hora de ponta.

—     E esta chuva não pára.

—     É.

—     ...

—     Também é a altura dela, não é?

—     Pois.

—     ...

—     Há coisas piores.

—     Pois há.

—     ...

—     ...

—     Queres sobremesa?

—     Acho que não.

—     OK.

—     ...

—     Café?

—     É melhor não. Não tenho dormido muito bem.

—     Pois. É melhor não, então.

—     Pois.

—     ...

—     ...

O casal levanta-se e todo um peso liberta-se. Cada um sabe que está a poucos minutos de fugir para um espaço em que não tem de suportar o que nenhum dos dois parece aguentar. Por todo o lado há pessoas que já não suportam o que têm de aguentar. E aguentam.

—     Vamos?

—     Vamos.

E vão. E aguentam.

Mais notícias de COMO F***DER UM CASAMENTO Manual Prático para Mulheres e para Homens

COMO F*DER UM CASAMENTO  18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

COMO F*DER UM CASAMENTO 18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

Saíste. E nem um beijo. Simplesmente foste. Tinhas certamente muito em que pensar, a empresa, as preocupações, as contas para pagar, os desafios que te esperam, mas foste sem um beijo. Deixaste um até logo distante, que quando foi falado já não estava aqui.
COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

CARTA AO PREGUIÇOSO ARREPENDIDO: Meu grandessíssimo burro, como querias tu que a paixão resistisse, que a nossa vida, tal qual a sonhámos resistisse, se simplesmente te deixaste cair na preguiça? Como?
COMO F*DER UM CASAMENTO  15. SER RACIONAL.

COMO F*DER UM CASAMENTO 15. SER RACIONAL.

Eu sei: a culpa é minha. A culpa é minha e desta minha cabeça que não pára de pensar. Que não pára de questionar. Que não pára de querer entender tudo e mais alguma coisa.
COMO F***DER UM CASAMENTO  11. MAGOAR.

COMO F***DER UM CASAMENTO 11. MAGOAR.

Somos do tamanho do que impedimos em nós para magoar quem amamos. Em mim impeço tudo. Se sei que te pode magoar, paro. Se sei que te pode magoar, respiro, acalmo. E não faço.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;