Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas Dicionário do Amor

Notícia

O Amor é...

Aquilo que tem de ser, mesmo que por vezes não possa nem deva ser.
22 de outubro de 2018 às 07:00
...
O Amor é...

Estava proibido de a ver, e no entanto passava os dias a vê-la. 

Via-a quando acordava, de lágrimas ainda nos olhos, e encontrava-lhe aquele olhar quando a meio da noite o procurava com frio.

"Vem que te quero apertar de amor",

e ele ia, mesmo que já lá estivesse. 

Amar é também ir quando nunca afinal deixamos de estar. 

Via-a quando chegava ao trabalho e não tinha a quem dizer o que acontecia de mau, e de bom, e de mais ou menos, e quando passava o dia todo a imaginar como teria sido o dia se tivesse tido a oportunidade de lhe ligar, de o viver com ela mesmo por trás de um telefone qualquer, com as palavras dela quando ele ligava sempre lá, sempre iguais e sempre únicas.

"Estou sim, mas só porque és tu",

e era mesmo ele, e agora já não é. 

Amar é também continuar a ser quando afinal já não é. 

Via-a sobretudo quando chegava à casa, noite fechada, e não havia o que ela era quando ele chegava: o abraço, ai, o abraço; o beijo, ai, o beijo; o jantar, ai, o jantar — e muitos mais ai pela noite fora e às vezes até pela manhã fora, e pelo dia todo fora, que não há corpos que impeçam um amor que os ultrapassa, e na verdade só há amor quando não há corpos que lhe resistam, verdade seja dita, e mais ainda feita.

"Gosto de quando já não queres mais e ainda não estás farto de querer",

e ele queria-a mais uma vez, o chefe que o perdoasse, que empregos há muitos. 

Amar é também faltar ao emprego mas nunca ao amor. 

Via-a mas agora já não a vê. 

E já não a vê há tanto tempo, Deus o ajude a suportar esta tradição idiota de a noiva chegar sempre atrasada, que estupidez, que não se aguenta de saudade. 

Reputação: s.f. Aquilo que alegadamente representas; por isso, das duas uma: ou és um bom actor ou vais ter de ser uma boa pessoa. Agora escolhe.   

Mais notícias de COMO F***DER UM CASAMENTO Manual Prático para Mulheres e para Homens

COMO F*DER UM CASAMENTO  18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

COMO F*DER UM CASAMENTO 18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

Saíste. E nem um beijo. Simplesmente foste. Tinhas certamente muito em que pensar, a empresa, as preocupações, as contas para pagar, os desafios que te esperam, mas foste sem um beijo. Deixaste um até logo distante, que quando foi falado já não estava aqui.
COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

CARTA AO PREGUIÇOSO ARREPENDIDO: Meu grandessíssimo burro, como querias tu que a paixão resistisse, que a nossa vida, tal qual a sonhámos resistisse, se simplesmente te deixaste cair na preguiça? Como?
COMO F*DER UM CASAMENTO  15. SER RACIONAL.

COMO F*DER UM CASAMENTO 15. SER RACIONAL.

Eu sei: a culpa é minha. A culpa é minha e desta minha cabeça que não pára de pensar. Que não pára de questionar. Que não pára de querer entender tudo e mais alguma coisa.
COMO F***DER UM CASAMENTO  11. MAGOAR.

COMO F***DER UM CASAMENTO 11. MAGOAR.

Somos do tamanho do que impedimos em nós para magoar quem amamos. Em mim impeço tudo. Se sei que te pode magoar, paro. Se sei que te pode magoar, respiro, acalmo. E não faço.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;