'
Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas Dicionário do amor

Notícia

Pai

Pai: s.m. Criatura mágica, avistada apenas por filhos amados. A magia de algo, ou de alguém, está em quem a vê — e não em quem a faz.
19 de fevereiro de 2018 às 11:18
...
pai, filho, passeio, cumplicidade, pôr do sol

Morria para que morresses por mim,

de amor, pois claro,

ela com o sorriso distante,

és feio como um raio mas tens umas palavras tão bonitas, raios,

ele a passar os intervalos atrás do pavilhão, sozinho, só para a ver encostada ao muro da entrada da escola, as amigas ao lado,

a forma como seguras no cigarro quase que aposto que impede todos os seus malefícios,

mais um bilhete dele no cacifo dela, acompanhado como sempre de uma fotografia,

quero que me ames apesar de mim, entendes?,

o sorriso dela,

és feio como um raio mas tens umas palavras tão bonitas, raios,

se quiseres ensino-te a matéria de matemática com poemas,

e a fotografia, e o cacifo, e o sorriso dela,

está bem,

até está bem é uma declaração de amor quando se quer assim, até está bem é uma densa declaração de amor quando se quer assim,

se quiseres ensino-te a matéria de filosofia com abraços,

esta era mais previsível,

o amor às vezes é previsível,

sempre, na verdade, se não é previsível não é amor,

o abraço é filosofia corporal, filosofia circular, Kierkegaard com certeza entenderia que o fito primordial de filosofar é apaixonar,

tive dezoito,

matemática é prova superada,

1

8,

dezoito,

matemática é poesia,

tive 19,

filosofia é prova superada,

dá-me um abraço,

pela primeira vez na história de todas as histórias académicas do mundo festejou-se uma grande nota numa matéria com a própria matéria em si,

uma espécie de meta-festejo, será?,

dá-me um abraço,

ela entrou na universidade, ele entrou na universidade,

deu-se o acaso de ele planear ao pormenor o acaso de terem ficado na mesma turma, se possível na mesma sala, se possível bem colados lado a lado,

tomei banho três vezes para me poderes tocar na pele do braço sem querer três vezes,

a frase junto à mala dela na mesa da sala de aula, a fotografia,

és feio como um raio mas és lindo como um raio, raios,

as palavras que ela disse,

disseste mesmo isso?,

disse, ela disse,

ele calou-a com a boca, ela calou-o com a boca,

saiam imediatamente da sala,

só não conseguiram calar a boca da professora,

sim,

sim,

casaram ao fim de três anos e dois cursos,

um de cada um, como é óbvio,

sofreram muito, cresceram muito, brincaram muito, amaram muito,

e sobretudo mudaram muito,

tudo se vai mudando em nós menos o que nos faz sermos nós,

mudou tudo menos os bilhetes dele espalhados pela vida dela,

és lindo como um raio mas és lindo como um raio, raios,

amar é redundante,

e amar é redundante,

e é redundante amar,

porque amar é redundante,

morria para que morresses por mim,

e ela morreu,

e ele cumpriu,

e morreram felizes para sempre.  

 

Pai: s.m. O super-herói de todos os filhos amados. Só há heróis com amor.

Mais notícias de COMO F***DER UM CASAMENTO Manual Prático para Mulheres e para Homens

COMO F*DER UM CASAMENTO  18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

COMO F*DER UM CASAMENTO 18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

Saíste. E nem um beijo. Simplesmente foste. Tinhas certamente muito em que pensar, a empresa, as preocupações, as contas para pagar, os desafios que te esperam, mas foste sem um beijo. Deixaste um até logo distante, que quando foi falado já não estava aqui.
COMO F*DER UM CASAMENTO  15. SER RACIONAL.

COMO F*DER UM CASAMENTO 15. SER RACIONAL.

Eu sei: a culpa é minha. A culpa é minha e desta minha cabeça que não pára de pensar. Que não pára de questionar. Que não pára de querer entender tudo e mais alguma coisa.
COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

CARTA AO PREGUIÇOSO ARREPENDIDO: Meu grandessíssimo burro, como querias tu que a paixão resistisse, que a nossa vida, tal qual a sonhámos resistisse, se simplesmente te deixaste cair na preguiça? Como?
COMO F***DER UM CASAMENTO  11. MAGOAR.

COMO F***DER UM CASAMENTO 11. MAGOAR.

Somos do tamanho do que impedimos em nós para magoar quem amamos. Em mim impeço tudo. Se sei que te pode magoar, paro. Se sei que te pode magoar, respiro, acalmo. E não faço.

Mais Lidas

+ Lidas