Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas Dicionário do amor

Notícia

Pantanal

Pantanal: s.m. Espaço ocupado apenas pelos répteis; quem ama não rasteja — só voa com os pés, e o corpo todo, no chão.
19 de março de 2018 às 16:15
...
Pantanal

Cresço no peso do teu colo

como Novembro faz crescer as folhas

que se acabam no chão como coluna

Relacionadas Panaceia Paleta Palco Pai Ópio

 

Acordo sufocado debaixo de um sonho

contra a noite negra, contra o suor grandioso.

Nunca te lembras das lágrimas, que parecem chuva

que parece morte.

 

De todos os males prefiro o teu corpo

que me lembra do abismo que é ter o meu

ou do frio que é medo, ou do medo que é espanto

de um prego que espeta, e ainda assim liberta.

 

Vou para perto de ti, para dentro do espanto,

desentranhar o momento, procurar a primavera:

há um inferno lento, um sorriso envelhecido

porque até o pavor tem um lado belo.

 

Era inteiramente poesia o crime obscuro que não admite pergunta:

nunca te lembres das lágrimas, do caos maternal.

Sê o adolescente sem nome, o momento convulso,

o soneto indecifrável de uma serpente pecadora.

Esqueça-se a ortografia, até a sintaxe,

exalte-se a catástrofe da geografia, o mapa perdido:

a morte não faz cerimónia, porque fazes tu?

Que se ame a vida irregular, os pulmões inocentes: a culpa só morre solteira.

 

Pantanal: s.m. Espaço perigoso, apenas acessível aos que estão sozinhos; quando se ama até um pantanal é um bom local para viver — e para amar.

Mais notícias de COMO F***DER UM CASAMENTO Manual Prático para Mulheres e para Homens

COMO F*DER UM CASAMENTO  18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

COMO F*DER UM CASAMENTO 18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

Saíste. E nem um beijo. Simplesmente foste. Tinhas certamente muito em que pensar, a empresa, as preocupações, as contas para pagar, os desafios que te esperam, mas foste sem um beijo. Deixaste um até logo distante, que quando foi falado já não estava aqui.
COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

CARTA AO PREGUIÇOSO ARREPENDIDO: Meu grandessíssimo burro, como querias tu que a paixão resistisse, que a nossa vida, tal qual a sonhámos resistisse, se simplesmente te deixaste cair na preguiça? Como?
COMO F*DER UM CASAMENTO  15. SER RACIONAL.

COMO F*DER UM CASAMENTO 15. SER RACIONAL.

Eu sei: a culpa é minha. A culpa é minha e desta minha cabeça que não pára de pensar. Que não pára de questionar. Que não pára de querer entender tudo e mais alguma coisa.
COMO F***DER UM CASAMENTO  11. MAGOAR.

COMO F***DER UM CASAMENTO 11. MAGOAR.

Somos do tamanho do que impedimos em nós para magoar quem amamos. Em mim impeço tudo. Se sei que te pode magoar, paro. Se sei que te pode magoar, respiro, acalmo. E não faço.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;