Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas Dicionário do Amor

Notícia

Pedro Chagas Freitas: Medíocre

Medíocre: adj. Aquilo que não é bom nem é mau – o que quer dizer que é péssimo. O que mais mata não é a infelicidade – é a quase felicidade, a felicidade dos pequeninos. Se a rotina te mata não mudes de rotina – muda de ti.
31 de julho de 2017 às 06:00
...
Pedro Chagas Freitas: Medíocre
Foto: Getty Images

Amanhã fazes anos.

Estou ansioso que chegues, disseste que estavas a passar a ponte, são no máximo mais dez minutos e estás nos meus braços, nem vais reparar, distraída como és, que tens junto à televisão o livro raro, aquele que era do teu pai, e que vai ser esse o primeiro presente que te vou dar, há muitos mais mas vamos com tempo, quero que sejas a mulher mais feliz do mundo todos os dias, mas quero que no teu aniversário sejas a mulher mais feliz de todas as mulheres mais felizes do mundo que tens em ti. 

Amanhã fazes anos. 

Já tenho tudo pronto para te fazer a francesinha que amas, todos os ingredientes comprados, o forno a aquecer, o pão que tu adoras, fresquinho e da padaria do senhor Isidro, quando faltarem poucos minutos para a meia noite vou mandar-te para o quarto e vou começar a preparar o que tenho de preparar, quero que sejas amanhã e sempre a mulher com os melhores sabores do mundo, com a boca mais feliz do mundo, queira Deus que não demores que já não aguento muito mais. 

Amanhã fazes anos.

Já entraste lá em baixo na garagem, mais dois minutos e és minha, hoje não tens mais reuniões, nem aulas, és minha e eu sou teu, a felicidade é muito isto, ou quase só isto, ou apenas mesmo isto, tu a seres minha e eu a ser teu, fiz a cama de lavado com os teus lençóis favoritos, quero que te deites nela e em mim, que acordes inteira e adormeças inteira, em paz, no espaço que os meus braços e o meu corpo guardam para ti desde a primeira vez em que te conheceu, ama-se um corpo pela maneira como encontramos espaço para o acondicionar, para o proteger, para o sentir como um prolongamento sem mácula do nosso, tenho no teu corpo a melhor parte do meu, ficas a saber, se bem que tenho a certeza de que já sabes. 

Amanhã fazes anos. 

Faltam dois minutos, menos do que isso, para a meia-noite, tenho foguetes preparados, vê lá tu, espero que não julgues que é um exagero, mas que raios é o amor se não for exagerado? Estás pousada no meu ombro e o modo como me afagas o peito chega-me para ser a criatura mais abençoada de todo o planeta, olho-te, afasto-te o cabelo dos olhos para te ver melhor, faço tudo para te ver melhor, vivo para te ver melhor, na verdade, o amor é a capacidade de ver melhor quem se ama, e de sentir mais fundo quem se ama, chamam-me solitário mas não sou nada disso, somente gosto de estar bem na profundidade e lá há tão pouca gente, meu deus, o mundo vive à superfície e vai-se entretendo assim, nós não, nós vivemos no interior do segredo, no fundo do mistério, faltam três ou quatro segundos, não mais, estou pronto para te dizer que tudo o que interessa é o que me interessas, um segundo e já vai estar, aguenta que já vais ser mais feliz ainda, sempre mais feliz ainda.

Hoje fazes anos, e o teu marido acabou de te ligar para ser o primeiro a dar-te os parabéns, sortudo. 

Medíocre: adj. O mesmo que razoável – o que quer dizer o mesmo que execrável; nada do que é razoável apaixona – e nada do que não apaixona é sequer razoável. Estás sempre razoavelmente a tempo de evitar o que é medianamente interessante, equilibradamente aliciante. Medianamente e equilibradamente que se vão encher de moscas – antes que se vão encher de ti. Põe-te a milhas, vá.

Mais notícias de COMO F***DER UM CASAMENTO Manual Prático para Mulheres e para Homens

COMO F*DER UM CASAMENTO  18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

COMO F*DER UM CASAMENTO 18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

Saíste. E nem um beijo. Simplesmente foste. Tinhas certamente muito em que pensar, a empresa, as preocupações, as contas para pagar, os desafios que te esperam, mas foste sem um beijo. Deixaste um até logo distante, que quando foi falado já não estava aqui.
COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

CARTA AO PREGUIÇOSO ARREPENDIDO: Meu grandessíssimo burro, como querias tu que a paixão resistisse, que a nossa vida, tal qual a sonhámos resistisse, se simplesmente te deixaste cair na preguiça? Como?
COMO F*DER UM CASAMENTO  15. SER RACIONAL.

COMO F*DER UM CASAMENTO 15. SER RACIONAL.

Eu sei: a culpa é minha. A culpa é minha e desta minha cabeça que não pára de pensar. Que não pára de questionar. Que não pára de querer entender tudo e mais alguma coisa.
COMO F***DER UM CASAMENTO  11. MAGOAR.

COMO F***DER UM CASAMENTO 11. MAGOAR.

Somos do tamanho do que impedimos em nós para magoar quem amamos. Em mim impeço tudo. Se sei que te pode magoar, paro. Se sei que te pode magoar, respiro, acalmo. E não faço.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;