'
Pedro Chagas Freitas
Pedro Chagas Freitas Dicionário do amor

Notícia

Remédio

Remédio: s.m. O mesmo que amor. Não somos doentes quando amamos demais; somos doentes quando não amamos.
25 de setembro de 2018 às 17:44
...
casal apaixonado, libido, pedro chagas freitas

     Contigo vou até ao fim do mundo.

Foi o que ele disse quando a encontrou, mais de dois anos passados desde aquela noite e menos de dois segundos antes de encostar os seus lábios nos dela.

     Já lá cheguei.

Acrescentou, no final do beijo.

O amor é o fim do mundo e não deixa de ser o começo do mundo, por nenhum motivo em especial, apenas porque o amor, quando é amor, é todo o mundo, desde o começo até ao final.

     Deixa-me em paz.

Começou por dizer ela, fazendo com que ele, de imediato, se afastasse um metro.

     O que estás a fazer?

Perguntou-lhe depois, ao mesmo tempo em que o puxava para si e o abraçava com toda a força do mundo (desde o começo até ao final).

     Deixa-me em paz.

Repetiu ela.

E desta vez ele entendeu que aquilo — ela nela e ela nele, os braços dele ao redor da cintura dela, os corpos colados — é que era, enfim, a paz em que ela queria que ele a deixasse.

Ele deixou.

O amor é a paz e não deixa de ser o sobressalto, por nenhum motivo em especial, apenas porque o amor, quando é amor, é tudo o que se sente, desde a paz até ao sobressalto. 

     Estou farto de ti.

Ela teve vontade de chorar: ainda nem um ano de casamento tinham e ele já lhe dizia aquilo, tão seco, tão sem meias-medidas, tão a doer. Ela teve vontade de chorar e chorou mesmo.

     De nada mais necessito na vida porque estou farto de ti: completo de ti.

Explicou finalmente ele, em mais uma prova de que as palavras são apenas e só o que queremos que elas sejam, que ninguém duvide disso.

Eles não duvidaram. 

O amor é o que nos esvazia de nós e não deixa de ser o que nos enche, por nenhum motivo em especial, apenas porque o amor, quando é amor, é tudo o que nos ocupa, desde o vazio até à abundância.

     Se morres morro.

Disse-lhe ela, junto ao final dele.

E cumpriu. 

Remédio: s.m. Produto usado para curar aquilo que nos ataca o corpo. Ao que se usa para curar aquilo que nos ataca a alma chama-se amor.

Mais notícias de COMO F***DER UM CASAMENTO Manual Prático para Mulheres e para Homens

COMO F*DER UM CASAMENTO  18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

COMO F*DER UM CASAMENTO 18. PASSAR UM DIA SEM UM BEIJO.

Saíste. E nem um beijo. Simplesmente foste. Tinhas certamente muito em que pensar, a empresa, as preocupações, as contas para pagar, os desafios que te esperam, mas foste sem um beijo. Deixaste um até logo distante, que quando foi falado já não estava aqui.
COMO F*DER UM CASAMENTO  15. SER RACIONAL.

COMO F*DER UM CASAMENTO 15. SER RACIONAL.

Eu sei: a culpa é minha. A culpa é minha e desta minha cabeça que não pára de pensar. Que não pára de questionar. Que não pára de querer entender tudo e mais alguma coisa.
COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

COMO F*DER UM CASAMENTO 14. CEDER À PREGUIÇA

CARTA AO PREGUIÇOSO ARREPENDIDO: Meu grandessíssimo burro, como querias tu que a paixão resistisse, que a nossa vida, tal qual a sonhámos resistisse, se simplesmente te deixaste cair na preguiça? Como?
COMO F***DER UM CASAMENTO  11. MAGOAR.

COMO F***DER UM CASAMENTO 11. MAGOAR.

Somos do tamanho do que impedimos em nós para magoar quem amamos. Em mim impeço tudo. Se sei que te pode magoar, paro. Se sei que te pode magoar, respiro, acalmo. E não faço.