'
Sandro Bettencourt
Sandro Bettencourt Por detrás das câmaras

Notícia

A culpa é da televisão

"A culpa é da televisão! Se não lhe dessem tempo de antena nada disto acontecia." Este desabafo – que tantas vezes ouvi desde que a Academia do Sporting foi invadida no dia 15 de maio – corre o risco, nos próximos tempos, de se tornar numa verdade absoluta.
28 de maio de 2018 às 19:25
...
Bruno de Carvalho

Nas últimas semanas, as polémicas que atiraram o Sporting para a lama arrastaram também quase sempre Bruno de Carvalho. O presidente leonino, não obstante o buraco negro que todos os dias suga credibilidade ao clube, teima em estar na berlinda em todos os momentos.

Dos mais prementes, passando pelos mais polémicos, até aos mais frívolos, lá está Bruno de Carvalho a tomar conta da palavra por tempo indeterminado, isento de quaisquer responsabilidades e a apontar o dedo à imprensa.

"A culpa é da televisão! Se não lhe dessem tempo de antena nada disto acontecia." Este desabafo – que tantas vezes ouvi desde que a Academia do Sporting foi invadida no dia 15 de maio – corre o risco, nos próximos tempos, de se tornar numa verdade absoluta.

A televisão, como qualquer outro órgão de comunicação social, tem o dever de informar e não pode jamais sanear conferências de imprensa cujo interesse público é irrefutável; em momento algum pode contribuir para que as notícias deixem de chegar aos espetadores. Para memória futura deve ficar registado que a culpa da agitação, da angústia e da indefinição que se sente no Sporting não pode ser imputada à televisão ou a qualquer jornalista que se limita a fazer o seu trabalho.

Bruno de Carvalho, entre muitas outras tentativas para tentar mitigar a gravidade do autêntico episódio de terror vivido por jogadores e equipa técnica, afirmou que "o crime faz parte do dia a dia". Foi também ele que apontou o dedo à imprensa e qualificou a cobertura jornalística dos factos que têm marcado a atualidade do grande de Lisboa como "um ato criminoso e hediondo".

No dia em que a notícia, sem filtros, desprovida de condicionalismos deixar de fazer eco e chegar aos cidadãos, aí sim, a culpa será da televisão.

 

Mais notícias de Por detrás da Câmara

Impossível baixar a guarda!

Impossível baixar a guarda!

Infelizmente basta ligar a televisão ou ler as manchetes dos principais jornais e meios de comunicação online para perceber que as festas ilegais continuam a acontecer de norte a sul do país; que os convívios multinucleares são cada vez mais encarados como autênticas festas de desconfinamento, que o sol, o calor e o mar estão a toldar os sentidos conduzindo-nos para o precipício.
Jornalismo: o "antídoto" para a desinformação

Jornalismo: o "antídoto" para a desinformação

Os jornalistas nunca pararam durante os últimos três meses. Ao lado dos portugueses dignificaram a missão e o compromisso de informá-los ao segundo sobre a Pandemia. Esta crise trouxe consigo a certeza de que a comunicação social é o pilar de qualquer democracia.
Parabéns CMTV!

Parabéns CMTV!

Sete anos depois a CMTV continua na linha da frente com as notícias que marcam a história do país e do mundo. O canal do 'Correio da Manhã' está mais próximo do que nunca dos portugueses na luta contra o Covid-19.
E agora, Ronaldo?

E agora, Ronaldo?

Cristiano Ronaldo vive talvez o maior drama desde que o pai faleceu em 2005. A mãe, confidente e melhor amiga continua internada no hospital depois de sofrer um AVC.
O poder da fé

O poder da fé

Na década de 90 Marco Paulo fintou o destino. A crença, a vontade de viver e servir uma autêntica legião de fãs agarraram-no à vida. Agora não será diferente.

Mais Lidas

+ Lidas