Sandro Bettencourt
Sandro Bettencourt Por detrás da Câmara

Notícia

Audiências: Share e Rating. O que é isso?

Têm sido cada vez mais os espectadores atentos e interessados que me questionam sobre a diferença entre rating e share. A compreensão destas duas ferramentas é fundamental para melhor perceber o que está em jogo na guerra das audiências televisivas.
06 de novembro de 2019 às 14:35
...
Audiências: Share e Rating. O que é isso?

As audiências da CMTV continuam a surpreender e os últimos números referentes ao horário nobre do canal, em outubro, traduzem-se num crescimento de 11,4 % em relação ao período homólogo no horário tradicionalmente conhecido por ser o de maior consumo e investimento publicitário.

Feitas as contas, o canal do Correio da Manhã, que já é líder no cabo há 34 meses consecutivos em todos os dias do ano, registou uma média de 150 mil espectadores por dia no horário nobre. A medição e a compreensão do comportamento das audiências, numa era marcada por enorme competitividade entre canais e programas, já deixou de ser um tema que interessa apenas às direções de programas, profissionais do meio televisivo ou anunciantes.

Têm sido cada vez mais os espetadores atentos e interessados que me questionam sobre a diferença entre rating e share. A compreensão destas duas ferramentas é fundamental para melhor perceber o que está em jogo na guerra das audiências televisivas.

Sempre que ouvir falar de rating, entenda-o como o número médio de pessoas que viram um determinado programa ou canal de televisão. Se considerarmos que em Portugal existe um total de cerca de 10 milhões de espetadores, 1% de rating traduz-se, com pouca margem de erro, a 100 mil espectadores. O rating é crucial para se sentir a verdadeira dimensão em termos de audiência de um canal/programa.

Por outro lado, quando a referência é o share está perante o valor comparativo que permite aferir, em percentagem, sobre os canais e os programas que obtiveram-durante o mesmo período ou até no mesmo dia- a preferência dos espetadores em relação aos conteúdos concorrentes emitidos no mesmo período ou dia. Este valor é particularmente importante para as direções de programas, agência de meios e anunciantes porque permite concluir de forma assertiva sobre a competitividade e quota de mercado. Para se chegar ao share de um canal ou programa tem-se sempre como referência a totalidade de pessoas que estavam com o televisor ligado naquele momento ou naquele dia.

O share médio mensal da CMTV durante o mês de outubro foi de 4,4 % o equivalente a 85050 espectadores (rating) que acompanharam em permanência o canal. Números que mantém e consolidam o canal do Correio da Manhã no primeiro lugar nas audiências, à frente da SIC Notícias e TVI24.

Mais notícias de POR DETRÁS DA CÂMARA

Calvário na televisão

Calvário na televisão

Embora legítima, não deixa de surpreender a opção de Ângelo Rodrigues em aceitar o convite da estação onde trabalha para expor o que já disse prezar acima de tudo: a vida privada.
Audiências: Share e Rating. O que é isso?

Audiências: Share e Rating. O que é isso?

Têm sido cada vez mais os espectadores atentos e interessados que me questionam sobre a diferença entre rating e share. A compreensão destas duas ferramentas é fundamental para melhor perceber o que está em jogo na guerra das audiências televisivas.
As coisas mais simples da vida...

As coisas mais simples da vida...

As coisas mais simples da vida podem ajudar a tornarmo-nos mais fortes e melhores. A bom tempo Bárbara Guimarães seguiu esse caminho e os resultados estão à vista de todos
Golo 700 com sabor amargo

Golo 700 com sabor amargo

Que me perdoe Ronaldo mas hoje, terça-feira, dia 15 de outubro, quem está de parabéns é mesmo Vítor Baía. A eterna lenda das balizas faz 50 anos. O ex-guarda-redes do FC Porto chega ao meio século como sendo o jogador com mais títulos na história do futebol português.
Goucha na Segunda Liga?

Goucha na Segunda Liga?

Quem deseja construir uma televisão familiar não pode empurrar Manuel Luís Goucha para fora das manhãs sem apresentar uma solução à altura.
Sem prazo de validade

Sem prazo de validade

No Casino do Estoril tive a oportunidade de tirar o pulso a uma mulher, a quem a vida já pregou algumas partidas, mas que ainda assim continua a sonhar. Tanto a nível pessoal como profissional. O carisma e a alegria de Fernanda Serrano ajudaram a iluminar a noite de gala do canal do Correio da Manhã.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!