'
Sandro Bettencourt
Sandro Bettencourt Por detrás da câmara

Notícia

Desespero em Queluz de Baixo

Não está em causa o talento ou a boa vontade da atriz, mas aproveitar as férias de Fátima Lopes para a substituir por Fernanda Serrano na véspera da silly season, alimentado a esperança de que a mesma poderá vir a ser a salvadora da Pátria, é desajustado e sintomático do desespero que grassa em Queluz de Baixo para tentar inverter o insucesso nas audiências.
26 de junho de 2019 às 17:18
...
Fernanda Serrano, atriz, apresentadora, Pedro Miguel Ramos, Fátima Lopes, mudanças

Quando pensei que já nenhuma decisão da direcção de programas da TVI me fosse surpreender pela negativa eis que se torna pública a notícia de o canal querer testar Fernanda Serrano para voltar a ser-sim, porque em 1995 ela já havia conduzido dois programas de televisão (Noite de Reis e Olhó Vídeo)- apresentadora de televisão.
 
Não está em causa o talento ou a boa vontade da atriz, mas aproveitar as férias de Fátima Lopes para a substituir por Fernanda Serrano na véspera da silly season, alimentado a esperança de que a mesma poderá vir a ser a salvadora da Pátria, é desajustado e sintomático do desespero que grassa em Queluz de Baixo para tentar inverter o insucesso nas audiências.

Com este "teste", na minha opinião só se vão conseguir duas coisas: lançar Fernanda Serrano às feras, num palco que desconhece e que só não enjeita porque não sabe virar a cara a quem sempre lhe estendeu a mão e, por outro lado, agudizar ainda mais o sentimento de frustração que Fátima Lopes tem vindo a acumular nos últimos tempos. Ela tem toda a legitimidade de pensar, todos os dias, que a direcção de programas já não a vê com os mesmos olhos.

A fórmula do sucesso quando estamos "feridos", como é o caso da TVI, passa em primeira instância por cerrar fileiras, pensar e agir com precisão e discrição máxima. Fernanda Serrano merece respeito e não deveria estar sujeita, ainda que voluntariamente a esta situação. A existir vontade em apostar no seu potencial o mais acertado passaria em conceber um programa à sua medida e apresentá-la, na rentrée televisiva, com as honras que há muito já merece na caixinha mágica.

Mais notícias de Por detrás da Câmara

Impossível baixar a guarda!

Impossível baixar a guarda!

Infelizmente basta ligar a televisão ou ler as manchetes dos principais jornais e meios de comunicação online para perceber que as festas ilegais continuam a acontecer de norte a sul do país; que os convívios multinucleares são cada vez mais encarados como autênticas festas de desconfinamento, que o sol, o calor e o mar estão a toldar os sentidos conduzindo-nos para o precipício.
Jornalismo: o "antídoto" para a desinformação

Jornalismo: o "antídoto" para a desinformação

Os jornalistas nunca pararam durante os últimos três meses. Ao lado dos portugueses dignificaram a missão e o compromisso de informá-los ao segundo sobre a Pandemia. Esta crise trouxe consigo a certeza de que a comunicação social é o pilar de qualquer democracia.
Parabéns CMTV!

Parabéns CMTV!

Sete anos depois a CMTV continua na linha da frente com as notícias que marcam a história do país e do mundo. O canal do 'Correio da Manhã' está mais próximo do que nunca dos portugueses na luta contra o Covid-19.
E agora, Ronaldo?

E agora, Ronaldo?

Cristiano Ronaldo vive talvez o maior drama desde que o pai faleceu em 2005. A mãe, confidente e melhor amiga continua internada no hospital depois de sofrer um AVC.
O poder da fé

O poder da fé

Na década de 90 Marco Paulo fintou o destino. A crença, a vontade de viver e servir uma autêntica legião de fãs agarraram-no à vida. Agora não será diferente.

Mais Lidas

+ Lidas