Sandro Bettencourt
Sandro Bettencourt Por detrás das câmaras

Notícia

Salvador sem salvação

Não tenho esperança em testemunhar a redenção de Salvador Sobral. Ele segue acelerado garantindo que a cocaína o ajuda muito a pisar os palcos e a fazer cumprir o desejo de quem acompanha a sua carreira. Normalmente não desisto das pessoas, mas considero que o "rei" português da Eurovisão já não tem salvação.
25 de junho de 2018 às 16:21
...
Salvador sem salvação


Depois de vencer o festival da Eurovisão, em maio de 2017, Salvador Sobral foi definhando lentamente em termos de fama e mediatismo. Dono de um feito irrepetível e que a todos os portugueses orgulhou, o cantor optou por abraçar uma estratégia ignóbil para continuar a ver o seu nome nas manchetes de jornais e revistas.

Confesso que eu próprio, até certa altura, me deixei enganar pelo estilo irreverente e alternativo de Salvador Sobral. Embora tocado pela truculência de algumas declarações e comportamentos, desde que foi homenageado por Marcelo Rebelo de Sousa, acabei sempre por desvalorizar os devaneios de Salvador.

Mas a complacência terminou na última semana depois das entrevistas que concedeu em Espanha a vários órgãos de comunicação social. Se a estirada em relação a Cristiano Ronaldo (sobre o pagamento de impostos), depois de ter sido comparado ao melhor jogador do mundo já roçou a falta de vergonha, aquilo que me deixou atónito foi a afirmação ao jornal ABC: "Hoje em dia não penso fazer nenhuma promoção para animar as pessoas que doam órgãos. Agora quero viver a minha vida e não quero estar associado a isso".

Garanto que me esforcei para tentar descortinar nesta afirmação algum sentido, mas não consegui. É indescritível a falta de memória; a ausência de solidariedade nas palavras de Salvador Sobral, alguém que agonizou devido a uma insuficiência cardíaca. Em dezembro de 2017, o homem que fez história na Eurovisão, salvou a vida graças a um transplante de coração.

O cantor português fez transbordar o copo e nem os espanhóis o perdoam, tão cerrados têm sido os ataques nos últimos dias. Não tenho esperança em testemunhar a redenção de Salvador Sobral. Ele segue acelerado garantindo que a cocaína o ajuda muito a conseguir pisar os palcos e fazer cumprir o desejo de quem acompanha a sua carreira. Normalmente não desisto das pessoas, mas considero que o "rei" português da Eurovisão já não tem salvação.

Mais notícias de Por detrás da Câmara

Impossível baixar a guarda!

Impossível baixar a guarda!

Infelizmente basta ligar a televisão ou ler as manchetes dos principais jornais e meios de comunicação online para perceber que as festas ilegais continuam a acontecer de norte a sul do país; que os convívios multinucleares são cada vez mais encarados como autênticas festas de desconfinamento, que o sol, o calor e o mar estão a toldar os sentidos conduzindo-nos para o precipício.
Jornalismo: o "antídoto" para a desinformação

Jornalismo: o "antídoto" para a desinformação

Os jornalistas nunca pararam durante os últimos três meses. Ao lado dos portugueses dignificaram a missão e o compromisso de informá-los ao segundo sobre a Pandemia. Esta crise trouxe consigo a certeza de que a comunicação social é o pilar de qualquer democracia.
Parabéns CMTV!

Parabéns CMTV!

Sete anos depois a CMTV continua na linha da frente com as notícias que marcam a história do país e do mundo. O canal do 'Correio da Manhã' está mais próximo do que nunca dos portugueses na luta contra o Covid-19.
E agora, Ronaldo?

E agora, Ronaldo?

Cristiano Ronaldo vive talvez o maior drama desde que o pai faleceu em 2005. A mãe, confidente e melhor amiga continua internada no hospital depois de sofrer um AVC.
O poder da fé

O poder da fé

Na década de 90 Marco Paulo fintou o destino. A crença, a vontade de viver e servir uma autêntica legião de fãs agarraram-no à vida. Agora não será diferente.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
;