Sandro Bettencourt
Sandro Bettencourt Por detrás da Câmara

Notícia

Xeque-mate

Os pergaminhos de Ricardo Araújo Pereira dispensam qualquer tipo de encómio. O talento e a genialidade comumente reconhecidos aliados aos rasgos únicos de espontaneidade fazem dele um trunfo que qualquer canal de televisão gostaria de ter.
17 de setembro de 2019 às 16:15
...
Xeque-mate

A liderança faz-se e consolida-se com os olhos postos no futuro e a julgar pela declaração de intenções de Daniel Oliveira a SIC pode estar prestes a disparar ainda mais na guerra pelas audiências. 

Depois de Cristina Ferreira o diretor de Programas da estação de Paço D´ Arcos redobrou a intenção de contratar Ricardo Araújo Pereira e conta com o aval de Francisco Pinto Balsemão. 

O eterno "Gato Fedorento" continua a ser encarado como peça-chave para a estratégia e recuperação da TVI mas garantem-me alguns "passarinhos" que a proposta financeira (choruda) apresentada pela SIC pode vir a fazer mossa a breve trecho. 

Os pergaminhos de Ricardo Araújo Pereira dispensam qualquer tipo de encómio. O talento e a genialidade comumente reconhecidos, aliados aos rasgos únicos de espontaneidade fazem dele um trunfo que qualquer canal de televisão gostaria de ter. 

A língua afiada de Ricardo Araújo Pereira em relação à qualidade dos reality-shows da estação de Queluz de Baixo e a crítica velada à direcção de programas (na altura ainda liderada por Bruno Santos) pelo facto de apostar na reposição do seu programa ‘Gente Que Não Sabe Estar’ aos domingos durante a sealy season, podem ser encarados como sintomáticos de um final de ciclo televisivo. 

O regresso de Ricardo Araújo Pereira à antena, no último domingo, não conseguiu sequer beliscar a hegemonia da SIC, ainda assim a nova temporada do seu programa registou o melhor momento da TVI ao ter sido visto por 1 milhão e 76 mil espectadores. 

O "negócio", a ser anunciado, nunca será antes das eleições legislativas de 6 de outubro. Até lá é bom que os homens fortes de Queluz de Baixo saibam desenhar uma estratégia que evite o xeque-mate.

Mais notícias de POR DETRÁS DA CÂMARA

Meghan Markle: vítima ou vilã?

Meghan Markle: vítima ou vilã?

Não me parece justo, nem tão pouco equilibrado que se coloque todo o ónus da decisão de um casal apenas sobre Meghan Markle. E Harry? Afinal foi ele que nasceu com sangue azul e que tem desde o berço obrigações ancestrais para com coroa britânica.
Duas décadas de lealdade

Duas décadas de lealdade

Com Cristina Ferreira a cimentar a liderança nas manhãs, eis que acontece algo que merece aplausos. No dia 22 de novembro, ‘A Praça da Alegria’ foi o programa mais visto na televisão portuguesa, durante 20 minutos, ultrapassando o programa da SIC.
Calvário na televisão

Calvário na televisão

Embora legítima, não deixa de surpreender a opção de Ângelo Rodrigues em aceitar o convite da estação onde trabalha para expor o que já disse prezar acima de tudo: a vida privada.
Audiências: Share e Rating. O que é isso?

Audiências: Share e Rating. O que é isso?

Têm sido cada vez mais os espectadores atentos e interessados que me questionam sobre a diferença entre rating e share. A compreensão destas duas ferramentas é fundamental para melhor perceber o que está em jogo na guerra das audiências televisivas.
As coisas mais simples da vida...

As coisas mais simples da vida...

As coisas mais simples da vida podem ajudar a tornarmo-nos mais fortes e melhores. A bom tempo Bárbara Guimarães seguiu esse caminho e os resultados estão à vista de todos
Golo 700 com sabor amargo

Golo 700 com sabor amargo

Que me perdoe Ronaldo mas hoje, terça-feira, dia 15 de outubro, quem está de parabéns é mesmo Vítor Baía. A eterna lenda das balizas faz 50 anos. O ex-guarda-redes do FC Porto chega ao meio século como sendo o jogador com mais títulos na história do futebol português.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Anónimo 17.09.2019

"sealy"??? silly mistake!