Notícia

Crime

Drama atrás de drama! Depois de sofrer AVC, pai de Ruth Marlene raptado e roubado

Júlio Alves esteve desaparecido durante três horas e ficou sem centenas de euros.
31 de outubro de 2019 às 20:08
Família de Ruth Marlene vive dia de terror
A cantora Ruth Marlene com os irmãos, Ivo Alan e Jéssica Portugal
Ruth Marlene com o pai, Júlio Alves
Há cerca de um ano, Júlio Alves sofreu um AVC. Agora foi raptado e roubado
Ruth Marlene com a mãe, Fernanda
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene
Cantora Ruth Marlene

O caso é recente. No dia 22 de outubro, Júlio Alves, pai da cantora Ruth Marlene, esteve sequestrado durante três horas. Os raptores ainda o obrigaram a dar o cartão de multibanco e respetivo código.

É o filho, Ivo Alan – músico guitarrista que acompanha a banda da irmã, Ruth Marlene –, que relata o assustador episódio à revista TV7 Dias. Tudo aconteceu quando os pais, Júlio, 75 anos de idade, e Fernanda, 62, foram ao Casal do Marco, Seixal, para comprarem uma bateria para o carro. O pai de Ruth Marlene foi abordado pelos criminosos quando foi à procura de informações.

"O meu pai saiu do café e depois parou um carro com dois homens, entre os 30 e os 35 anos, que o abordaram, perguntando se não os conhecia. Entretanto perguntaram o que ele andava ali a fazer e ele disse que andava à procura de um senhor que vende baterias e se eles não sabiam onde é que o podia encontrar", relata Ivo à publicação.

Esta foi a deixa que os bandidos precisavam para dar seguimento ao sequestro. "Eles disseram que sabiam quem era e meteram-no no carro", continua o filho.

O que se seguiu foi um verdadeiro filme de terror. Já na posse do cartão multibanco e respetivo código, um deles conseguiu levantar 400 euros, enquanto o outro homem permaneceu dentro do carro com Júlio Alves, segundo  avança a publicação.

A seguir dirigiram-se a um centro comercial no Seixal, onde um dos homens fez uma compra de 20 euros com o cartão do pai de Ruth Marlene. A dupla segiu então com Júlio Alves para uma zona eram onde o largaram e entregaram o cartão. Sem niguém a quem pedir ajuda e sem bateria no telemóvel, o pai dos músicos andou cerca de três horas a pé para reencontrar-se com a mulher que continuava à sua espera dentro do carro, preocupada com a demora do marido.

O episódio aconteceu cerca de um ano depois de Júlio Alves ter sofrido um AVC, de cujas sequelas ainda está a recuperar. "O meu pai teve um pequeno AVC e agora anda um bocado mais devagar. Se ele ainda conseguisse fugir, mas não consegue", lamenta Ivo Alan.    

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável