Notícia

Nacional

"Que bom ar"! Armando Vara sai da prisão para audição na Assembleia da República e chama atenção pelo visual

O antigo banqueiro, que está preso em Évora, está a ser ouvido pelos deputados no âmbito do inquérito da Caixa Geral de Depósitos.
14 de junho de 2019 às 17:13
Preso em Évora, Armando Vara foi chamado à Assembleia da República para ser ouvido pelos deputados
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
Armando Vara
"É um momento difícil", garantia Armando Vara quando entrava na prisão de Évora para cumprir pena no dia 16 de janeiro. Agora por causa da comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos foi obrigado a ir ao Parlamento falar sobre o tempo em que era administrador.

Além do que vai dizendo (ou não) aos deputados, o amigo de José Sócrates, que regressou por estes dias a Évora para visitar o ex-banqueiro, o que salta à vista de quem vai comentando nas redes sociais é que Armando Vara está "com bom ar".

O socialista, que entregou o cartão de militante do PS depois de ter sido condenado, surgiu com o cabelo cortado, barba feita, de fato e com ar de quem tem apanhado algum sol em Évora.

São três os crimes de tráfico de influência pelos quais foi condenado pelo Tribunal de Aveiro no dia 5 de setembro de 2014.

Em 2009, então vice-presidente do BCP, Vara recebeu cerca de 25 mil euros para exercer influência junto de Mário Lino, ministro das Obras Públicas do governo de José Sócrates, a favor do sucateiro Manuel Godinho, líder do grupo O2 e o protagonista do caso Face Oculta, pela "rede tentacular" de favores que criou, como descreve o Tribunal de Aveiro.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável