Notícia

Nacional

Bronca! Candidato de 'Casados' mentiu. Condenado por violência e com pulseira eletrónica

A produção de 'Casados à Primeira Vista' esteve quase a casar Bruno Miguel Silva, um homem condenado três vezes por violência doméstica que terá ido às entrevistas com pulseira eletrónica no tornozelo. Liliana não era a noiva escolhida para ele, ao contrário do que tinha dito.
06 de dezembro de 2019 às 13:08
O candidato que quase enganou a produção de 'casados'. Condenado, usava pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
Casados à Primeira Vista, SIC, liliana, Bruno Miguel Silva, casamento, violência, condenado, pulseira eletrónica
A produção do 'reality show' 'Casados à Primeira Vista', na SIC, conseguiu travar a tempo a entrada de Bruno Miguel Silva, de 34 anos, no polémico formato em que quatro peritos escolhem homens e mulheres para se casarem às cegas.

O candidato, que passou todas as fases de seleção e chegou a ter noiva escolhida, não era, afinal, o 'match' de Liliana Oliveira, tal como o homem revelou em entrevistas a várias publicações. A noiva de Bruno chamava-se Sofia e era loira, tal como Liliana, mas não era a secretária administrativa de Sacavém.

Segundo avança a TV Guia, Bruno Silva apresentou-se como sendo psicólogo, a desempenhar funções no departamento de Recursos Humanos de uma empresa sediada em Lisboa, mas tais informações afinal eram falsas. A produção acabou por confirmar que tudo era falso e que o homem não era psicólogo, nem trabalha na empresa, tal como anunciou.

Pior do que tudo isto, o ex-concorrente tinha, no seu cadastro de registo criminal, três condenações por violência doméstica e terá participado em entrevistas com os peritos do programa com uma pulseira eletrónica no tornozelo.

Toda a história na TV Guia desta semana, já nas bancas.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Ana Figueiredo 06.12.2019

A cristina é um anjo da guarda

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;