13 livros para ler ao sol

Há muitos e bons livros para ler este mês

'Sinto a tua falta', de Kate Eberlen - É um romance sobre um casal jovem separado pelo destino e tudo leva a crer que será impossível que um dia se conheçam verdadeiramente. "Sinto a Tua Falta" conta duas trajectórias que se entrelaçam sem se tocarem, numa narrativa que emociona

'Sua Alteza Real', de Danielle Steel - Um romance em que as tradições antigas entram em conflito com a realidade e as pressões da vida moderna, uma jovem princesa europeia prova que a simplicidade, a coragem e a dignidade têm a capacidade de mudar o mundo

'O Leitor do Comboio', de Jean-Paul Didierlaurent - Uma obra que retrata o poder dos livros através da vida das pessoas que eles salvam. É um hino à literatura, às pessoas comuns e à magia do quotidiano

'Iris Grace', de Arabella Carter-Johnson - Um livro que retrata a história de uma menina de seis anos com autismo, que praticamente não comunicava. Esta é a história de como a extraordinária relação entre uma gata e uma criança salvou uma família

'Diz-lhe Que Não', de Helena Magalhães - A jornalista, num registo irónico e actual, apresenta-nos um livro que nos faz reflectir sobre as relações amorosas nos dias de hoje em que as redes sociais

'Quem Não Sonha Voar, Alice?', de Julia Claiborne Johnson - O livro retrata a história de uma escritoria que tem de tratar de uma criança de 9 anos com uma inteligência a cima da média. Divertido, sensível e realmente especial, Frank protagoniza momentos de verdadeiro génio e de autêntica delicadeza acabando por conquistar irremediavelmente o coração da jovem Alice

'Sr. Mercedes', de Stephen King - Trata a história de um condutor que atropelou uma multidão e foge. O condutor adorou aquela sensação de morte ao volante do Mercedes, e quer sentir aquilo de novo. Sr. Mercedes é uma luta épica entre o bem e o mal, e a exploração da mente de um assassino obsessivo

'As Lições do Amor', de Lorraine Heath - Grace desconfia dos inúmeros pretendentes que a cortejam. Sem qualquer fé no amor desde que perdeu a família, Lovingdon vive uma vida de libertinagem e prazer

'O Paraíso', de Paula de Sousa Lima - Numa linguagem cuidada e bela e um leque de personagens fascinante, a autora, constrói em "O Paraíso" uma narrativa intensa sobre o preconceito, o arrependimento e a incapacidade de fugir ao destino

'Meia-Noite ou o Princípio do Mundo', de Richard Zimler - A reedição de um livro que retrata a história de Jonh que vive em Portugal, início do século XIX. Profundo conhecedor da sabedoria milenar do seu povo e antigo escravo, Meia-Noite tornar-se-á o maior amigo de John e determinará o curso do seu destino

'Os dias em que Portugal foi feliz' - Elizabete Agostinho - Seja porque venceram a Batalha de Ourique, que cimentava a identidade nacional, porque nascia oficialmente a língua portuguesa, porque se descobria um novo continente, se conseguia finalmente a Independência de Portugal, existem dias que marcaram de felicidade a história de Portugal e são esses muitos momentos que se celebram neste livro

Mademoiselle Chanel, de C. W. Gortner- A incrível história da menina abandonada que se transformou numa das mulheres mais poderosas do mundo. Um romance extraordinário e revelador sobre um dos ícones do mundo da moda, que conta como a ambição gerou uma das figuras mais influentes e controversas do século XX

'O que nasce torto também se endireita', de João Moleira - Há um velho ditado português que diz o que nasce torto tarde ou nunca se endireita. Este livro do jornalista prova que esse ditado popular está errado

Notícia

;