Conheça a 'cúmplice' do milionário pedófilo Jeffrey Epstein. A 'madame' recrutava as vítimas de abuso

O caso contra o milionário nova-iorquino Jeffrey Epstein, o milionário acusado de tráfico sexual de menores amigo de Donald Trump e do príncipe André, terminou com a sua morte, a 10 de agosto. Mas as denúncias continuam... e uma das principais suspeitas é a sua amiga de longa data e ex-namorada Ghislaine Maxwell, conhecida como "madame" por recrutar as meninas que foram abusadas por Jeffrey

Era ela quem alegadamente ia buscar as jovens a liceus e deixá-las em spas ou na casa de Epstein. Era também Maxwell quem organizava os horários das massagens, que viriam a ser o ponto de partida para os abusos sexuais na maior parte das vezes

Donald Trump era um amigo de longa data de Jeffrey Epstein e chegou a frequentar as mesmas festas com a então namorada, Melania, agora primeira-dama dos Estados Unidos

Ghislaine Maxwell é filha do magnata da comunicação, Robert Maxwell, dono do grupo Mirror, que detém o 'Daily Mirror'. O empresário morreu em 1991

Notícia