Daniel Oliveira coloca futuro de caras da SIC em risco

Daniel Oliveira, o novo diretor-geral de entretenimento da SIC, continua a fazer mudanças na estação de Paço d'Arcos e agora vai acabar com contratos de exclusividade para cortar despesas. Os atores com contrato de exclusividade recebem mensalmente um ordenado mesmo que não estejam a trabalhar. Caso estejam a gravar um programa ou novela este rendimento duplica

Albano Jerónimo passou a ser exclusivo da SIC em 2016 e o contrato acaba este ano

Cláudia Vieira mantém um contrato de exclusividade desde 2008 mas este ano vai passar a ter um futuro incerto

Diana Chaves mantém um contrato de exclusividade desde 2008 (acaba em 2019)

Diogo Amaral assinou contrato no ano passado, que este ano já não vai ser renovado

Inês Castel-Branco passou a ser exclusiva da SIC em 2015. O contrato acaba em 2019

Joana Santos tem contrato de exclusividade desde 2010. O contrato acaba em 2019

José Fidalgo tem contrato de exclusividade desde 2011. O contrato acaba em 2019

Luciana Abreu tem um dos contratos de exclusividade mais antigos da estação, desde 2007. O contrato acaba em 2019

Margarida Vila-Nova já perdeu o contrato de exclusividade em agosto de 2018, depois de três anos

Ricardo Pereira mantém um contrato de exclusividade desde 2008. O contrato acaba em 2019

Rogério Samora é exclusivo da SIC desde 2010. O contrato acaba em 2020. A última novela do ator foi 'Amor Maior', que terminou em junho de 2017

Rui Unas assinou contrato de exclusividade no ano passado, que não deverá ser renovado este ano

Sara Matos passou a ser exclusiva da SIC em 2015. O contrato acaba em 2019

Notícia