Maddie e os irmãos estariam drogados

A imagem de Maddie, aquando do seu desaparecimento, no dia 3 de maio de 2007.

A médica a passear com os gémeos, em Inglaterra. Os meninos estariam drogados com calmantes para se manterem adormecidos, enquanto os pais se divertiam com os amigos, durante as férias.

Kate e Gerry McCann com os gémeos Sean e Amélie. A mãe das crianças negou-se a responder se dava calmantes às crianças. Na noite do desaparecimento, os meninos dormiam profundamente e nem ao serem transportados para outra casa acordaram, segundo testemunhos da altura.

Maddie McCann desapareceu no dia 3 de maio de 2007. A menina e os irmãos foram deixados sozinhos, supostamente a dormir, no apartamento onde a família passava férias, no Algarve.

Kate McCann à saída da PJ de Portimão, onde se recusou a responder às 48 perguntas colocadas pela polícia portuguesa.

Kate McCann é anestesista e tinha 39 anos quando a filha desapareceu, na praia da Luz. Entretanto, deixou de exercer Medicina.

Kate com os gémeos Amélie e Sean, que atualmente têm 11 anos de idade.

Era no restaurante 'Tapas', no aldeamento Ocean Club, que o casal estava a jantar, com os amigos, quando se deu a tragédia. Já tinham sido consumidas 14 garrafas de vinho.

Notícia

;