Mais polémicas. O novo treinador do Sporting é tão controverso quanto Bruno de Carvalho

A escolha de Bruno de Carvalho para substituir Jorge Jesus no Sporting tem um passado de polémica

Sinisa Mihajlovic foi criticado no passado por ser contra as mulheres no futebol. "Não sou sexista, mas penso que as mulheres não deviam falar sobre futebol. Não estão preparadas para falar sobre isso", declarações que mancharam a imagem do novo treinador do Sporting

Uma investigação da polícia italiana apurou em 2000 que o treinador sérvio chamou a Patrick Vieira "preto de m#$$$%" repetidas vezes. Mihajlovic pediu desculpas públicas

Mais recentemente, Mihajlovic gerou forte polémica. Primeiro a principal claque da Lazio, Irriducibili, conhecida pelas suas ligações à extrema-direita, mostraram na bancada fotomontagens de Anne Frank com uma camisola da rival AS Roma. Em resposta às imagens, a federação anunciou que seriam lidos excertos do diário de Anne Frank nos estádios nas duas jornadas seguintes, mas Sinisa Mihajlovic não tinha nada a dizer sobre o assunto. "Anne Frank? Não sei quem é. Não leio jornais, não posso falar sobre o assunto. Peço desculpa mas declaro-me ignorante nessa matéria..." A indiferença do treinador do Torino associou-o logo à ala mais radical do futebol

Os atos de violência de Sinisa Mihajlovic também são documentados. Foi multado em 2 mil euros em Itália por partir o painel publicitário das entrevistas rápidas depois um jogo. Um segurança do estádio ficou levemente ferido na face

Notícia