Sexy e poderosas: As musas do Carnaval brasileiro

Como se diz em bom português, “o bom filho à casa torna”. Paolla Oliveira, de 37 anos, não desfila oficialmente no Carnaval do Rio de Janeiro desde 2010. A atriz está de regresso este ano e vai ser a rainha da escola de Duques de Caxias.

Camila Queiroz, de 26 anos, é a rainha do Baile do Copa, que se realiza em Copacabana. Para desfilar em forma, a atriz confessa que tem “mais cuidados alimentares” e não falta ao ginásio. “É importante sentir-nos bem no nosso corpo”, explica, feliz.

A pedido dos filhos, Pedro (9 anos) e António (6), Juliana Paes, de 40 anos, vai ser uma das grandes ausências no Sambódromo. A família pediu-lhe para que viajassem nesta altura. “Vou sentir saudades”, disse, no único evento de Carnaval em que participou em 2020.

Quem também é fã do Carnaval é Mariana Ximenes. Até à data, a atriz de 38 anos não divulgou o que vai fazer para festejar, mas mostrou-se ansiosa para que cheguem os dias de folia no Rio de Janeiro. “A recordar este ensaio carnavalesco porque o Carnaval está a chegar”, pode ler-se na sua conta de Instagram, onde recordou o fato usado em 2019.

Ivete Sangalo, de 47 anos, também não abdica de uma bela festa de Entrudo. A cantora baiana prepara-se para atuar no Carnaval de Salvador, onde irá comandar a escola de samba Coruja. “O Carnaval está a chegar e eu não vejo a hora de cantar com vocês”, escreveu nas redes sociais. A estrela brasileira é uma das artistas mais populares em terras de Vera Cruz.

O Carnaval já valeu a Ísis Valverde um prémio: o troféu ousadia. A atriz de 32 anos exibiu um acentuado decote no baile realizado no luxuoso Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro. Conhecida pela sua sensualidade, a estrela da Globo voltou a ganhar pontos pela escolha do seu traje.

Notícia

;