Notícia

Inédito

'Chef' com 3 estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder

A decisão de recusar 3 estrelas Michelin no seu restaurante em França está a tornar o 'Chef' Sébastian Bras numa estrela planetária. A recusa foi anunciada em vídeo, tornou-se viral e deu-lhe mais fama do que as estrelas que agora deitou no lixo.
Por João Bénard Garcia | 23 de setembro de 2017 às 18:55
'Chef' com três estrelas Michelin rejeita-as devido a ansiedade de as perder
O chef francês que renunciou às 3 estrelas Michelin, Sébastien Bras
O chef francês que renunciou às 3 estrelas Michelin, Sébastien Bras
Sebastian Bras, Le Suquet, Guia Michelin, Bernard Loiseau
2 - “COZINHA EXPERIMENTAL” - A "cozinha experimental" é mais um dos argumentos da referida publicação. Nesta área o destaque vai para dois restaurantes do chef José Avillez: Belcanto e Cantinho do Avillez. No entanto, o bacalhau, as bifanas, bem como, os famosos pastéis de Belém não são esquecidos
O chef nortenho, Rui Paula, que ganhou a sua primeira Estrela Michelin em 2016
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic discutiu com Aires Sousa Pinheiro, o filho dos donos do restaurante Adiafa, em Santarém, e conversa foi tão violenta que o rapaz saiu porta fora e despediu-se. Prefiriu o Fundo de Emprego a aceitar as ordens de Ljubomir.
José Avillez e Ljubomir Stanisic chegaram a ser sócios mas a diferença de feitios tornou-os incompatíveis
Chef Rui Paula
Ao quarto episódio da segunda temporada, Ljubomir arrasou com um chorrilho de asneiras. O site FLASH! contabilizou todos os palavrões e relembra-os a Portugal.
Maria e Kiko Martins
O chef Kiko
O chef José Avillez é considerado uma das grandes referências da cozinha em Portugal
José Avillez
Chef Henrique Sá Pessoa no restaurante Alma
Chef Miguel Vieira
O 'chef' Vítor Sobral já conta com imensas distinções ao longo da sua carreira e não se cansa de elogiar o pupilo Ljubomir Stanisic
A chef Justa Nobre
O chef Pedro Pena Bastos
Chef Cordeiro no restaurante Porto Sentido, temporariamente encerrado
O chef Ricardo Costa foi revelação do ano em 2016 e já conta com duas Estrelas Michelin
O chef ribatejano Rodrigo Castelo
O chef Vítor Matos é cozinheiro de alta cozinha, arte alimentar e gourmet
O Chef Rui Martins
Sébastien Bras, chef, francês, estrelas michelin
Sebastian Bras, Le Suquet, Guia Michelin, Bernard Loiseau
Sebastian Bras, Le Suquet, Guia Michelin, Bernard Loiseau
Lisboa
Chef Rui Paula
Ljubomir Stanisic
Ljubomir Stanisic
José avillez, Ljubomir Stanisic
Chef Rui Paula
Maria e Kiko Martins
Kiko Martins, paternidade, o talho, cevicheria
Chefe Jose Avillez
José Avillez
Henrique Sá Pessoa, chef, Alma
Chef Miguel Vieira
Chefe Vítor Sobral
Chef Justa Nobre
Chef Pedro Pena Bastos
Chef Cordeiro
Chef Ricardo Costa
Chef Rodrigo Castelo
Chef Vítor Matos
Chef Rui Martins

Fixe este nome porque não o deve esquecer: Sébastian Bras, de 45 anos, um dos mais conceituados chefes de cozinha de França, o homem que possuiu neste país um restaurante chamado 'Le Suquet' com três estrelas, atribuídas pelo prestigiado Guia Michelin (o sonho de qualquer cozinheiro que se queira afamado), e que no mundo inteiro soma mais cinco estrelas, num total de oito, acaba de deixar para o lixo as três estrelas conquistadas em 1999 no restaurante 'Le Suquet'.

Há 18 anos que o restaurante agora gerido por Sébastian Bras ostenta 3 estrelas Michelin, mas estas não lhe trouxeram qualquer tipo de felicidade. A pressão e o julgamento constante dos clientes, dos críticos gastronómicos aos seus pratos e a possibilidade de ser avaliado por um inspetor da Michelin fizeram-no sucumbir.

Na passada quarta-feira, o mestre de culinária decidiu tomar uma medida radical e anunciou, num vídeo que gravou para a rede social Youtube, com a pompa que um 'Chef' de cozinha costuma ter, que abdicava do estrelato Michelin em França, que o próprio afirma ter sido criado por um engano dos peritos do famoso guia internacional.

A ansiedade de poder chegar a qualquer momento um juiz anónimo da Michelin estava a desesperar ansiedade no cozinheiro que, vestido a rigor, anunciou em vídeo a decisão de prescindir das suas estrelas. "Hoje, quase aos 46 anos, quero dar um novo significado à minha vida… e voltar ao que é essencial", disse Bras, referindo que o seu trabalho sempre lhe deu "muita satisfação" e confirmando que "a pressão, associada às três estrelas atribuídas em 1999 ao restaurante" o estavam a impedir de progredir. "Desde há dez anos, quando assumi a gestão do restaurante, que penso que cada refeição que sirvo pode estar a ser controlada pelos inspetores do Guia Michelin. Talvez me possa tornar menos famoso, mas aceito essa condição", rematou.

Esta é a primeira vez que um restaurante abdica da sua posição no Guia Michelin sem que tenha havido uma mudança radical de modelo de negócio. Sébastian Bras afirma não lhe sair da cabeça o suicídio, em 2003, do 'Chef' Bernard Loiseau depois de ter escutado o rumor de que poderia perder a terceira estrela Michelin.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável