Notícia

Animais

Os gatos também roem as unhas. E é um mau sinal!

Afinal, não são apenas os humanos que sofrem de ansiedade. Se o seu animal rói as unhas, pode estar doente e deve consultar o veterinário.
Por Carina Andrade | 14 de março de 2017 às 15:00
A carregar o vídeo ...

Nos gatos, o roer as unhas, é um indicador que o seu animal chegou a uma fase de ansiedade podendo evoluir para um estado depressivo.

A ansiedade no seu felino pode ser provocada por coisas simples que nunca imaginaria, como por exemplo, mudança de casa, receber visitas, barulho intenso ou mesmo ao adquirir um novo animal.

Os sintomas de ansiedade nos gatos podem apresentar-se através das suas fezes (mais moles do que o normal) ou transpiração nas patas. A redução alimentar e o excesso de higiene ou falta dele podem também ser considerados um comportamento provocado pelo stress. 

O combate à ansiedade felina é feito com base em tratamentos que tem um efeito tranquilizante. Nos casos mais extremos é necessário, por um período prolongado, antidepressivos. Para um melhor diagnóstico, deve consultar o seu veterinário.

Estes bichinhos têm as suas manias. E as unhas são uma das suas maiores preocupações, pelo que há cuidados a ter. O comprimento das unhas do seu gato requer uma manutenção pelo menos uma vez por mês. O estado das unhas do seu patudo varia consoante a sua saúde, ou seja, muito duras ou muito moles são um sinal de uma possível infecção bacteriana.

Cortar as unhas não é um ato doloroso para o gato, tem é de ter cuidado e não chegar à parte vital da unha do seu felino de forma a não provocar uma hemorragia ou mesmo dor. 

As maiores manias dos gatos
PARECE QUE ESTÁ A AMASSAR O PÃO - Esse comportamento com as patas inicia quando um gato bebé começa a mamar e, em alguns casos, mantém-se para o final da vida
LAVA AS PATAS DEPOIS DE COMER - Apesar de não utilizarem as patas para comer, os gatos limpam-nas quando acabam a refeição. Estes bichos passam muito tempo a
NÃO GOSTA DE BANHOS - Há várias razões para esta relação complicada que os gatos têm com a água. Deve-se à evolução da espécie e há procura de potenciais perigos, entre outras
TÃO DEPRESSA CORRE DESENFREADO, COMO FICA ESTÁTICO - Os gatos não param quietos
REAGE À MÚSICA - E de forma muito particular. Por vezes, miam, outras acalmam-se. Os gatos ouvem melhor do que os humanos, embora não captem os sons mais graves
NÃO LARGAM AS VISITAS - Os gatos mais sociáveis esfregam-se nas visitas e marcam-nas com as suas glândulas de cheiro. Este comportamento pode ser incomodativo para quem não gosta de gatos
gatos animais de estimação
gatos animais de estimação
gatos animais de estimação
gatos animais de estimação
gatos animais de estimação
gatos animais de estimação

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;