Notícia

sexo & afetos

O que aprendemos com as 'Sombras de Grey'

A sexóloga da FLASH! viu os filmes e diz-nos o que devemos reter com a história erótica de Anastasia e Mr. Grey. Um guia para o amor, sexo e erotismo.
18 de fevereiro de 2017 às 08:00
A carregar o vídeo ...

A nossa psiquiatra e sexóloga Teresa Leonardo – que semanalmente faz as crónicas 'Vamos falar de Sexo' no site – explica tudo o que podemos aprender com os filmes 'Sombras de Grey'.

 

1 - O ENCONTRO DE 2 PESSOAS
O melhor vem por acaso. Ana e Christian tinham em comum o facto de nunca terem amado, viviam em mundos diametralmente opostos, ela uma jovem romântica virgem que estudava literatura e trabalhava numa loja, ele um bonito homem empreendedor de sucesso bilionário que vivia num mundo de glamour mas fechado ao amor romântico, afirmava que no lugar do coração tinha uma pedra. No meio do primeiro filme, Christian pergunta a Ana "ONDE ANDASTE?" ao que ela responde "A TUA ESPERA".

O que parecia ser um encontro de almas gémeas torna-se confuso para os dois, Christian só conseguia ter relações sexuais com rituais sádicos e não queria nenhum tipo de toque no seu corpo. Apresentou a Ana um contrato com todas as regras, que ela teria que assinar para manterem a "relação", apos pensar Ana resolve fazer algumas alterações ao contrato e Christian aceita.

...
O ator fez revelações hilariantes sobre como punha Dakota Johnson à vontade nas cenas de sexo Foto: d.r.

Christian tivera uma infância difícil, viveu até aos 4 anos de idade com a sua mãe biológica, uma viciada em cocaína que se prostituía, memórias que ele guarda. Aos 15 anos foi vitima de pedofilia por Helena uma mulher amiga da mãe adotiva que o iniciou em rituais Sado Masoquistas.

 2 - RITUAIS SÁDICOS
O Quarto vermelho é o quarto onde se encontram os objetos de tortura para onde Christian levava as jovens que seduzia e assinavam o contrato de consentimento em relação aos maus tratos que iriam sofrer, para que mais tarde não o pudessem acusar na justiça e ser condenado.

Sadismo sexual implica atos reais em que a pessoa se excita sexualmente com o sofrimento psicológico ou físico incluindo a humilhação da vítima. Christian agia sob impulsos sexuais sádicos com uma parceira que o permitia perante um acordo previamente assinado e que sofria a dor e humilhação. Era o sofrimento da vítima que o excitava sexualmente. Fantasias ou atos sádicos podem implicar atividades que indicam o controlo de uma pessoa sobre a vítima ex: obrigar a vítima a rastejar ou mantê-la numa jaula. Pode também implicar contenção física, vendar, esbofetear, espancar, chicotear, estrangular, torturar, mutilar ou matar. É provável que as fantasias sexuais sádicas tenham estado presentes na infância.

...
Dakota Johnson e Jamie Dornan numa cena escaldante da sequela '50 Sombras Mais Negras' Foto: d.r.

A idade de início das atividades sádicas é variável, mas ocorre habitualmente no início vida adulta. Christian foi iniciado no masoquismo aos 16 anos, tendo posteriormente passado a humilhar em vez de ser humilhado.

O sadismo sexual é habitualmente crónico como verificado no primeiro filme, no retrato do comportamento amoroso de Christian. Quando se executa o sadismo sexual, com um parceiro sob coação, é provável que o comportamento se repita. Algumas pessoas com esta perturbação podem realizar atos sádicos por muitos anos, sem necessidade de aumentar o potencial para provocar danos corporais graves. Normalmente, no entanto, a gravidade dos atos sádicos aumenta ao longo do tempo. Quando a perturbação é grave, as pessoas com sadismo sexual podem magoar seriamente ou matar as suas vítimas.

 3 - O poder o do Amor
Ana passou de uma jovem insegura, submissa, presa nas malhas de um giro jovem magnata viciado em rituais sado masoquistas, para a dominante na relação amorosa. A paixão de Christian por Anastácia fê-lo ter ciúmes associado ao sentido de posse e medo de perda, abdicou do fetiche sádico que realizava com várias jovens para se dedicar a Ana. Assim, este segundo filme começa com Christian a procurar Ana e com um recomeço, após o trágico fim do primeiro filme em que chicoteada e humilhada Ana desiste e foge daquela relação doentia. Este recomeço faz-se com as frases "sem regras, sem segredo, sem contrato".

...
A primeira exibição do filme aconteceu na noite de quinta-feira, 2 de fevereiro, no The Theater at Ace Hotel, em Los Angeles Foto: d.r.

O romance domina este segundo filme. O pedido de namoro e a resposta SIM dada por Ana passado um tempo, escrita num porta-chaves, na esplendorosa penthouse, leva o Sr. Grey há magia do amor nunca antes vivida. Mesmo os jogos amorosos, nesta segunda saga, são sempre incentivados provocados e permitidos por Ana. A partilha e a cumplicidade passa a ser o elo de ligação do casal.

Anastácia passa a fazer parte do meio familiar e social de Christian que até aí nunca tinha apresentado uma namorada. A sexualidade do casal e o prazer passa a ser comum e vivenciada a dois.

Helena, amiga da mãe adotiva de Christian que o introduziu no sadomasoquismo, durante 6 anos aos 15 anos de idade, foi expulsa da vida da família durante uma festa, quando a mesma confrontou Anastácia, dizendo-lhe que Christian nunca iria amar nenhuma mulher.

Christian aparece e diz duas frases "A ANA ENSINOU-ME A AMAR, TU ENSINASTE-ME A FAZER SEXO". Esta rutura, com o afastamento de Helena da família e negócios, simboliza o fim do laço sadomasoquista havendo até aí um pacto e até domínio de Helena sobre Grey.

O amor verdadeiro tocou e transformou a vida de Christian, fez com que abandonasse os rituais sádicos para que as fantasias fossem consentidas e partilhadas pela sua namorada.


 

 

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;