'

Notícia

THE MAG - The weekly magazine by Flash!

Mas afinal, Mário Jardel está ou não "limpo" das drogas? Do consumo, tráfico e corrupção ao escândalo no 'Big Brother'

Jamais alguém no futebol português vai esquecer o nome de Mário Jardel e os seus anos de ouro no FC Porto e no Sporting. O antigo craque desceu do céu ao inferno. Deixou-se arrastar pela droga e prostituição. Chegou a deputado no Brasil e acabou por ser suspenso por suspeitas de corrupção. Mas o inferno não acaba aqui...
Carolina Pinto Ferreira
Carolina Pinto Ferreira
13 de janeiro de 2022 às 23:59
Mário Jardel confessa enfrentar uma luta diária contra as drogas
Mário Jardel
Mário Jardel
Mário Jardel
Mário Jardel
Mário Jardel
Mário Jardel
jardel
jardel
jardel
Mário Jardel
Mário Jardel
Mário Jardel
Mário Jardel
Mário Jardel
Mário Jardel
jardel
jardel
jardel
Na noite de terça-feira os espetadores mais atentos do 'Big Brother Famosos' mal podiam acredirar no que estavam a ver: Mário Jardel - o antigo craque, o ídolo, o goleador que fez História - baixava as calças e mostrava-se "como veio ao mundo" em pleno programa. Em direto, sem pudores, "por discuido" - desculparam os comentadores a seguir. 

Podia ter sido um episódio propositado ou caricato - como depois se tentou disfarçar - mas não foi. Mário Jardel estava "à vontade", esquecido das câmaras, quando ficou nu perante milhares de portugueses. E porquê? 

COMO CHEGÁMOS AQUI... 

Vamos recuar no tempo.

Não há ninguém que seja do FC Porto ou do Sporting e em que algum momento da sua vida tenha gritado o nome de Jardel quando este estava em campo. O goleador era considerado o "salvador" de qualquer partida. Mário Jardel marcou o futebol português. Em Portugal, somou golos e fazia sucesso em qualquer campo que pisasse. 

O jogador brasileiro tinha o mundo pela frente mas carregava um passado duro às costas. Nasceu no seio de uma família pobre, na cidade de Fortaleza, Ceará. O pai morreu cedo, com pouco mais de 40 anos de idade, e tinha graves problemas com o álcool. Com a morte do marido, a mãe do futebolista entregou-se à depressão e à bebida. Uma espiral de degradação a que o próprio Jardel não resistiu. 

Os melhores momentos de Mário Jardel no Sporting
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
jardel
Conquistou a Bota de Ouro, como melhor marcador europeu, constriu uma mansão na cidade onde nasceu, ajudou todos os que lhe eram próximos, mas foi fintado pelo vício.  

A DESGRAÇA DA COCAÍNA

"Super Mário" caiu em desgraça pela sua adição à cocaína. Somaram-se manchetes nos jornais que davam conta da vida negra daquele que tinha sido uma grande promessa do futebol. Numa entrevista à TV Record, o jogador brasileiro relatou o inferno da droga, de como tudo começou e como quase morreu com uma overdose. "Eu já bebia. Aí, depois fui provar, a cocaína, e caí nessa armadilha."

A primeira vez que assumiu publicamente o seu vício foi em 2008 e confessou que os consumos - apesar de apenas por diversão - já duravam há dez anos, quando ainda jogado no FC Porto. "A primeira vez foi aqui em Fortaleza. Eu não morava aqui, foi numas férias. Eu jogava no FC Porto [1996-2000]. Estava numa fase profissional excelente. Aí veio a curiosidade, aquela sensação da cocaína."

A carregar o vídeo ...
O ex-jogador fala do passado polémico.
Foi jogar para a Turquia e regressou a Portugal. Conquistou a sua segunda Bota de Ouro em 2002. Depois veio a desilusão: não foi convocado para o Campeonato do Mundo. Queria muito ir e a notícia deixou-o de rastos. Para piorar a situação, Jardel separa-se de Karen Ribeiro. "A separação fez com que me abalasse, fui fraco, admito."

Começou a espiral destrutiva
. A cocaína tornou-se a sua maior companheira e o seu maior refúgio durante as férias na sua terra natal. "Entrei numa fase cruel, gastava muito dinheiro, sem responsabilidade, carente, chorava." Este foi o início do fim de um tempo de glória.

É quando sofre uma overdose que quase lhe rouba a vida. É internado no hospital e fecha-se na mansão em Fortaleza. Falta ao regresso de férias em Lisboa, no Sporting, onde jogava na altura.O clube de Alvalade envia o fisioterapeuta Rudolfo Moura a Fortaleza para resgatar o jogador. Fechado em casa, com seguranças, não lhe abre a porta. Foram polémicas atrás de polémicas e nem a política o salvou.

ACUSADO DE LAVAGEM DE DINHEIRO, FALSIFICAÇÃO DE DOCUMENTOS E ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

Anos e anos sem rumo. Jardel volta a surpreender tudo e todos quando dá uma entrevista em que anunciou que se ia candidatar às eleições de outubro de 2014. Marcado por um passado de luta contra a toxicodependência, o antigo goleador garantia que estava "limpo". Garantia que não estava interessado em dinhero nem queria usar a política para ter poder. Mário Jardel não mentiu:
 "Candidato-me porque preciso manter a cabeça ocupada, é só isso."

E agora, questiona-se: como é que Jardel chegou à política? Foi por incentivo do ex-guarda-redes Darlei, que também se tornou deputado federal, que conveceu o agora concorrente do 'Big Brother Famosos' para concorrer a deputado estadual.

...
Mário Jardel como deputado

Apesar de demonstrar pouco ou nada perceber da temática, ficou eleito com 41 227 votos pelo PSD. O partido disponibilizou-lhe 21 assessores. Mas esta sua nova aposta também acabou em desgraça. Foi suspenso das suas atividades de deputado por suspeitas de corrupção. No âmbito da investigação judicial 'Gol contra', foi acusado de lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e organização crimininosa. 

As informações policiais davam conta de que "foram detetadas diversas viagens e indemnizações irregulares por utilização de veículos", nomeadamente pela mãe do deputado, familiares e assessores, de forma a lavar dinheiro. Estavam também registados vários "funcionários-fantasma" que eram pagos por serviços, cujo dinheiro entrava diretamente nas contas do antigo futebolista.

PROSTITUIÇÃO, ORGIAS E BENS PENHORADOS

Além de ter desviado dinheiro da assembleia legislativa para "saldar dívidas de droga", o procurador-geral do Rio Grande do Sul afirmou que Jardel adquiria "
droga quase diariamente, liga ostensivamente para o traficante e fazia orgias", afirmou o procurador.

As notícias davam conta que Jardel usava o dinheiro desviado para festas com uma prostituta, que contratou como assessora parlamentar. "No decorrer da investigação, ela acabou por ser exonerada. Mas houve um período em que ele contratou uma prostituta para o seu gabinete", declarou Dornelles, responsável pela abertura da investigação.

A carregar o vídeo ...
O ex-jogador tem um plano para regressar: 'Quem sabe trabalhar numa base de um grupo grande'.

Na sequência deste escândalo político, o antigo jogador ficou com os seus bens penhorados. "Depois daquela situação em Porto Alegre, como deputado... Até hoje tenho os meus bens bloqueados por causa daquela situação. Tinha largado a droga, e há pouco tempo larguei a bebida também. Você vai num churrasco, tem a bebida, tem a droga. É como o Casagrande fala nas entrevistas. Você chega, é conhecido, vai ter tudo. Muitas coisas na vida têm origens hereditárias. É uma luta diária. Mas sei que essa vida não é pra mim. Já passou. Espero manter-me para resto da vida assim. Tenho a certeza de que vai dar tudo certo", disse numa entrevista. 

ACREDITA QUE A IGREJA E A MULHER O SALVARAM


Em 2019, Jardel dizia-se um homem renovado e que afirmou ter deixado esse seu lado mais negro para trás. Refez a vida ao lado da alegada futura mulher, Sandra Paula Aguiar De Souza, e acredita que a fé o salvou. 

O antigo craque brasileiro tornou-se devoto da igreja evangélica e acredita que a religião abriu o caminho para a sua cura. "Moro em Fortaleza. Vou à igreja três vezes por semana. Faço trabalho de intermediário de jogadores, levando para Porto Alegre, para o Brasil e para o mundo, principalmente Portugal. Fico no telefone, vou ver jogos. Levo uma vida social com pessoas certas. Algumas amizades têm que ser cortadas. Estou num caminho com direção, bem agradável, bem tranquilo, com paz espiritual. E estou muito feliz de poder dar esta entrevista, revelando que hoje sou uma nova pessoa. Vou à praia, a aniversários, ao cinema. Voltei a ter aquela vida que eu tinha antes."

Conheça Sandra Souza, a mulher que mudou a vida de Jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel
 Sandra Paula Aguiar De Souza, jardel

Jardel agarrou-se às suas crenças e à companheira para deixar a droga. "Há cinco ou seis meses senti que precisava de mudar. Estava a tomar muitos remédios para a depressão e comecei a frequentar a igreja. Cada um tem sua religião, e ela precisa ser respeitada. A minha mulher, a Sandra, também me ajudou muito. É uma luta. Não é fácil. Tenho estado muito seguro da minha serenidade, do meu equilíbrio mental, e isso tem-me fortalecido."

Confiante de que venceu esta batalha, o concorrente do 'BB' fez questão de mostrar ao mundo como estava um homem diferente. "Estou numa outra vida, muito feliz por poder dizer que nunca me senti tão bem. Houve uma mudança radical, uma transformação tremenda. Hoje tenho muita fé em Deus, que vai manter-me muito tempo assim. É uma vida nova, sem bebida, sem drogas, sem prostituição. Estou há quatro meses sem tomar remédios para dormir. Sou uma pessoa renovada e bem consciente de que posso servir a sociedade com este resgate, com palestras, com várias coisas que estão a surgir devagarinho."

A história de Jardel não acaba aqui. Dentro da casa mais vigiada de Portugal, o antigo jogador agradece à TVI a oportunidade que lhe deram de se pôr à prova, levando ao limite o seu autoconrolo... até agora. As lágrimas correm-lhe pelo rosto por gratidão e pela batalha que a vida se tornou, dia após dia. A questão que já se coloca, inevitavelmente é: até quando?

Vai gostar de

você vai gostar de...

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever