Notícia

Quem quer casar com o meu filho?

Bronca! Leonor Poeiras discute com psicóloga em direto para defender o seu reality-show

A apresentadora disse estar "irada" com os comentários de Rute Agulhas.
16 de março de 2019 às 12:57
Leonor Poeiras voltou a criar polémica esta sexta-feira, 15, ao defender 'Quem quer casar com o meu o filho?' das críticas de "machismo". Apesar de estar ligada a uma associação feminista, a apresentadora exaltou-se em direto para defender o 'reality show'.

A cara do programa da TVI foi convidada por José Eduardo Moniz para uma mesa de debate em 'Deus e o Diabo' e teve como "adversária" a psicóloga Rute Agulhas, que no início da semana criticou o novo formato da estação de Queluz de Baixo - bem como o da SIC, 'Quem quer namorar com o agricultor?' - numa crónica intitutala 'Quem quer casar com a minha vaca'.

"Acho que está a sugerir que estamos a alimentar a eternização de estereótipos. Fez uma crítica feroz tendo por base um episódio de nove [...] Eu não gostei do seu texto, achei de muito mau tom. Acho que é muito preconceituoso porque, ao dubiamente comparar as concorrentes deste programa a gado e a vacas, está a ser preconceituosa", disse a apresentadora irritada com a psicóloga. 

"É muito simples perceber que este é um programa de televisão. Não estamos a alimentar estéreotipos", desvalorizou Leonor.

Rute Agulhas continua a justificar que o formato "alimenta o papel da mulher submissa". "Dois dias antes deste programa, o País saiu à rua embandeirando questões de violência. A violência doméstica alimenta-se de assimetria, da assimetria de poder muito entre estes dois papéis, o feminino e masculino", disse.

A carregar o vídeo ...
A comparação com o 8 de março irritou ainda mais Leonor. "Quem diz que estas mulheres são submissas?", questionou. 

"Acho mesmo importante eu poder defender publicamente todas as mulheres e também os homens que estão neste programa. Ao falar do 8 de março, é isto que me deixa irada, eu sou tão feminista que obviamente isto me inflama. O seu comentário apenas revela que vê aquelas mulheres como submissas, inclusive cria o paralelismo de gado, e está a dizer que estes homens são futuros agressores. Acho muito perigoso fazer isso. Porque é que vem falar do 8 de março em relação a este programa?", acrescentou Leonor. 

A discussão continua com Rute afirmando "os concorrentes são fantoches nas mãos de estações televisivas".

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!
Glande 17.03.2019

com programas destes. de baixo nivel etico moral, intelectual, de bom gosto, duvido que qualquer estacao va a qualquer sitio. isto e afzer das pessoas prostitutas da imagem e do dinheiro. no fim quem faz as tristes figuras nao sao os pinos que concorrem mas sim quem organiza este circo

Anónimo 16.03.2019

A poeirinhas sempre foi uma má apresentadora de tv e de fraca inteligência. Ela mesma deitou a baixo a possibilidade que teve de se defender. Perdeu a tempera, perdeu o debate. Ou não fosse isso o jem não a teria interrompido… com poeirinhas destas a tvi não vai longe...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável