'

Eles são estrelas do cinema e da música! Veja a lista dos divórcios mais caros do mundo

Foi através da sua conta oficial de Twitter que Jeff anunciou que depois de 25 anos de casamento se estava a separar de Mackenzie. Um divórcio amigável em que 16% da Amazon, uma das maiores empresas de comércio elétrico dos Estados Unidos em que Jeff é conhecido por ser o fundador, era dividido entre os dois. Sendo assim o CEO da empresa detém 12% (96.000 milhões de euros) e MacKenzie 4%, em contrapartida a ex-mulher tinha de desistir dos interesses no jornal 'The Washington Post' e na empresa privada de astronáutica criada também pelo ex-marido ‘Blue Origin’. Tudo isto rondou os 31.000 milhões de euros.

Considerado um dos divórcios mais caros de Hollywood, quase 380 milhões, foi o que custou ao casal. Não tendo assinado um acordo pré-nupcial, Robyn Moore teve direito a receber metade de tudo o que o ator ganhou em toda a sua carreira incluindo as mansões na Califórnia.

Depois de um casamento de 24 anos e com duas filhas em comum, o divórcio de Bernie e Slavica Ecclestone é considerado um dos mais caros do Reino Unido. O dono da Fórmula 1 pagou à ex-mulher 670 milhões de euros. Conforme a leia inglesa a ex-companheira podia reclamar metade da fortuna, mas também ficou claro que tinha a propriedade de maior parte dos bens em conjunto do casal. O acordo de divórcio acabou por ser amigável e o próprio Bernie admitiu que o dinheiro foi distribuído de forma mais ou menos justa.

O ator da famosa série de ‘Star Wars’, Harrison Ford separou-se de Melissa Mathison depois de 18 anos juntos. O divórcio deste casal rondou cerca de 72 milhões de euros, 12 milhões em dinheiro e o resto todo em propriedades.

Suzy Amis descobriu que o famoso realizador de filmes, James Cameron, na altura seu actual companheiro, mantinha um casamento com Hamilton ao mesmo tempo que estava com a modelo. Suzy pediu o divórcio a Cameron ao qual todo o processo rondou cerca de 50 milhões de dólares. Segundo Cameron foi um "casamento terrivel a todos os níveis."

O casal casou-se em fevereiro de 2015 e logo no ano seguinte anunciaram a separação. Amber Heard juntou ao processo de divórcio uma acusação a Depp por maus tratos. O ator deu à ex-mulher 7 milhões de dólares aos quais Amber decidiu doar a duas instituições.

Foi em outubro de 2008 que o casal anunciou a separação. A herança da cantora estava avaliada em 350 milhões de euros e a do cineasta em 35 milhões. Maddona ofereceu a Guy 20 milhões, aos quais o ex-companheiro recusou no início do processo de divórcio, mas por fim acabou por levar cerca de 65 milhões de euros.

Maria Shriver e Arnold Schwarzenegger divorciaram-se depois de 25 anos de casamento. Schwarzenegger teve que pagar a sua ex-esposa 200 milhões de euros.

Depois de 18 anos de casamento Melanie Griffith e Antonio Banderas assinaram o divórcio. Ficou acordado entre o casal que Melanie ia receber 60.000 por mês em pensão alimentar, mais uma pintura de Picasso e uma casa em Aspen. O que salvaguardou o ator foi que o casal em 2004 tinha assinado um documento que só seriam divididos os bens adquiridos depois do casamento.

Michael e Diandra Douglas casados há 23 anos e com 1 filho em comum. O divórcio ficou em 45 milhões de euros.

Não eram oficialmente casados, mas tinham dois filhos em comum e viviam juntos há mais de 22 anos.Por estas razões o tribunal decidiu que teriam de partilhar os bens. A fortuna do líder dos Rolling Stones foi avaliada na época em quase 300 milhões de euros e embora os detalhes do acordo permaneçam em segredo, várias fontes dizem que Hall recebeu 40 milhões.

Roman e Irina Abramovich divorciaram-se em 2007, após 16 anos de casamento. Durante o casamento o casal arrecadou mais de 323 milhões de euros em propriedades e veículos e no processo de divórcio recorreram à leia russa para os bens serem divididos de igual forma.

Silvio Berlusconi e Veronica Lario divorciaram-se em 2014. O tribunal italiano decretou ao ex-primeiro ministro que deveria dar um cheque mensal e vitalício de 1,4 milhão de euros à ex-mulher, mãe dos seus três filhos. Berlusconi conseguiu assim economizar 36 milhões no divórcio, já que Veronica ia receber três milhões por mês durante os três primeiros anos de separação.

Casaram-se em 1985 e separaram-se em 1989, depois de 4 anos e por causa da infidelidade de Steven custou o divórcio e a diminuição da fortura. O ator teve de pagar a Amy 100 milhões de dólares.

Notícia