Notícia

SURPRESA

Na chegada à SIC Cristina Ferreira revela: "Senti que a TVI era o meu fim de linha"

A três meses de poder oficialmente começar a trabalhar na SIC, a apresentadora Cristina Ferreira deu hoje a primeira entrevista ao canal que a contratou por uns alegados 80 mil euros por mês, que jura serem inferiores. Segundo Cristina, "aceitei o convite antes de saber quanto é que ia ganhar".
Por João Bénard Garcia | 17 de setembro de 2018 às 22:03
"Custou-me muito que as pessoas me acusassem de ingratidão e dizerem que vou ganhar muito (uns alegados 80 mil euros mês). Não aceitei este convite por dinheiro, não faz grande diferença em relação ao que ganhava na TVI, não faz grande diferença. Aceitei este desafio por projeto e por ter um companheiro, o Daniel oliveira, que tem um projeto para o futuro igual ao meu", garantiu Cristina Ferreira, em entrevista a Rodrigo Guedes de Carvalho.

A nova estrela de Carnaxide aproveitou ainda o momento para fazer agradecimentos à sua antiga casa, a TVI: "Agradeço à TVI tudo o que me deram, mas paguei tudo o que me foi dado", disparou, garantindo que "uma empresa só paga uma quantia quando sabe que vai ganhar mais do que aquilo que paga", reafirmando que só soube quanto ia ganhar depois de ter aceite o convite de Daniel Oliveira.

A carregar o vídeo ...
Anunciando que dois dias depois de ter sido contratada pela SIC já tinha delineados os seus 15 programas, Cristina Ferreira afiança saber bem o que os telespetadores pretendem da televisão e explicou as razões porque abandonou a TVI. "Apaixonei-me por um projeto que é um presente e que me permite começar do zero. Estava na TVI a fazer o que me competia e era pedido pela direção. Era esse conforto de saber que ganhava todos os dias que já não gostava. Era demasiado confortável saber todos os dias que ia ganhar. Senti que a TVI era ali o meu fim de linha".

GOUCHA DESCOBRIU QUE ELA IA EMBORA SÓ COM UM OLHAR 

Manuel Luís Goucha, o seu ex companheiro nas manhãs da TVI descobriu que Cristina o ia deixar quando um dia entrou na sala e viu o olhar da colega. "Ele entrou na sala e disse-me: 'vais-te embora!'. E foi o dia mais difícil da minha vida. Foi uma decisão muito solitária. Não contei a ninguém, nem falei primeiro com a minha família", revelou a nova apresentadora da SIC, que fugiu a revelar a data em que se vai estrear na nova casa.

Aquela que foi apresentada como sendo a mulher mais poderosa no país foi recebida como uma estrela do canal de Carnaxide pelo seu novo director, Daniel Oliveira, o mentor da sua transferência, visitou os estúdios da estação antes de ser maquilhada e de se preparar para a primeira entrevista com o pivô e jornalista Rodrigo Guedes de Carvalho.

Minutos antes, num direto que fez dentro da viatura em que se deslocou até às instalações da SIC, disse: "Esperei estes anos todos para estar a 5 minutos da SIC", dando a entender que a TVI era uma mera paragem na sua viagem televisiva antes de chegar ao seu verdadeiro sonho profissional.


ACUSADA DE TRAIÇÃO PELA IMPRENSA, FOI DEFENDIDA PELO COLEGA GOUCHA
Ao fim de 14 anos ao lado de Manuel Luís Goucha na apresentação do programa matinal da TVI 'Você na TV', eis que de surpresa Cristina Ferreira anunciou ter sido contratada pela rival SIC, com o maior ordenado que alguma vez foi pago a uma apresentadora nas televisões nacionais: supostamente cerca de 80 mil euros ilíquidos por mês.
Apesar do anúncio ter surpreendido os telespetadores habituados a ver Cristina Ferreira na generalista TVI, o colega Manuel Luís Goucha rejeitou a ideia de traição e garante que 15 dias antes de a informação se ter tornado pública este já sabia de tudo.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável