'

Notícia

surpresa

Confissão emotiva: Raminhos admite problema que o levou a tratar mal a mulher

O humorista foi diagnosticado com uma perturbação mental e foi obrigado a recorrer a terapia para conseguir lidar com o problema. Raminhos falou do distúrbio abertamente, na esperança de que consiga ajudar outras pessoas.
09 de junho de 2020 às 09:35
A carregar o vídeo ...
António Raminhos deixou momentaneamente o seu lado cómico de parte para abordar um assunto sério nas redes sociais, na esperança de conseguir ajudar outras pessoas.

O humorista, que está prestes a completar 40 anos, foi diagnosticado com Transtorno Obsessivo-Compulsivo - um distúrbio do foro mental que exacerba a ansiedade e os pensamentos obsessivos e leva a ataques de pânico - que o levou a recorrer a terapia.

Raminhos contou então aos seus seguidores um episódio em que acordou "com a neura" e acabou por tratar mal a mulher, Catarina.

Reconhece estes dois famosos? Dica: Estão juntos há 21 anos
Catarina e António Raminhos estão juntos há 21 anos e comemoraram 13 anos de casamento em março
Catarina e António Raminhos
Catarina Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
Catarina e António Raminhos
"Acordei com uma neura, parecia que a Catarina me tinha deixado", começou por dizer.

"A pior coisa que se pode fazer é embarcar nestes pensamentos e ficar parado (...) Tratei mal a Catarina, fui bruto com ela, respondi-lhe de forma negativa, respondi mal", contou então.

Raminhos explicou que queria com esta partilha ajudar outras pessoas que estivessem a passar pelo mesmo, e apelou a que sigam o seu exemplo e procurem ajuda psicológica.

"Para que outras pessoas possam ver e compreender aquilo que eu se calhar não compreendia noutras alturas: não estão sozinhas e não há vergonha em pedir ajuda", afirmou.

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever