'

Notícia

Hell's Kitchen

Revoltada, concorrente do programa de Ljubomir quebra o silêncio e denuncia ataques pessoais

A chef brasileira Cândida mostrou desconforto com os comentários dos colegas de cozinha e não poupa a produção do programa da SIC.
07 de abril de 2021 às 18:13
Conheça Cândida Batista, a chef e modelo da Playboy que vai aquecer 'Hell's Kitchen'
A chef brasileira Cândida Batista passou por grandes cozinhas como a de Gordon Ramsay e Konstantin Filippou, instalando-se em Viena, onde concilia o trabalho na cozinha e como modelo
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
Chef Cândida Batista, de 'Hell's Kitchen'
A chef brasileira, Cândida Batista, deixou a Áustria para participar na versão portuguesa do 'Hell's Kitchen', o programa de domingo à noite da SIC, apresentado por Ljubomir Stanisic. A concorrente brasileira quer aliar o lado de modelo à mestria na cozinha. A sua beleza e as fotografias partilhadas nas redes sociais têm dado muito que falar.

Um lado que, segundo Cândida Batista, causou alguns atritos com os restantes concorrentes. "Não tenho o poder de alterar a perceção alheia sobre mim e jamais tentaria, mas noto que há uma reação negativa de certas pessoas que têm o hábito de julgar sem antes sequer trocar algumas palavras comigo", lamenta em declarações a uma publicação semanal.

Cândida vai ainda mais longe e mostra-se revoltada com aquilo que qualifica como "ataques pessoais". "Nenhum do feedback que recebi durante a minha permanência no programa foi relacionado as minhas habilidades como cozinheira mas, sim, sobre o meu corpo, por isso já não queria mais estar ali. Nunca ouvi nada parecido na vida real, dentro das cozinhas exigentes pelas quais passei, mesmo sendo um ambiente muito machista. Nunca pensei sofrer ataques pessoais, assim num nível de misoginia tão absurdo, no mundo da televisão", acusa à 'TV Mais'.

Para além das críticas aos colegas, a concorrente brasileira não poupa nas críticas à produção do programa. "Não vi pressão séria. Achei tudo extremamente encenado", avalia.

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever