'

Notícia

A FLASH! já está no WhatsApp.
Siga-nos!
Seguir
drama

Sem dinheiro para comer. Rita Guerra obrigada a refazer a vida para sobreviver

A cantora e o marido tiveram de se organizar bem para não ter de mudar de trabalho e deixar de viver das canções
Por João Bénard Garcia | 18 de dezembro de 2022 às 19:42
Rita Guerra não esquece a morte prematura do irmão
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Rita Guerra
Longe da ribalta pública, e com pouco espaço para atuar na televisão, Rita Guerra, de 55 anos, teve de repensar a vida como cantora para sobreviver.

À revista TV Guia a cantora contou a luta que teve de travar, ao lado do marido, André Bergano, para sobreviver monetariamente durante a Covid-19. "Depois da pandemia, recuperei bem. É difícil viver da música! Tivemos de estabelecer prioridades. Não tive de fazer trabalhos extra porque, felizmente, com o meu marido, temos as coisas bem organizadas e não tivemos de ir para planos ‘B’. Mas não foi nada fácil."

O casamento relâmpago de António Pedro Cerdeira e Rita Guerra
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira
Rita Guerra e António Pedro Cerdeira


Com a maioria dos canais a apostarem num tipo de música diferente do seu, Rita Guerra jura que não vê o que passa na RTP, SIC e TVI e explica o que, para si, faz e não faz sentido: "Entendo que só devo ir à televisão se tiver uma coisa nova. Ir por ir, acho que não. Confesso que nem vejo esses programas de fim de semana. São mercados diferentes do meu."

Saber mais sobre

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas