'

Notícia

casas reais

A viver nos EUA, filha de Alberto do Mónaco orgulhosa do pai por ter atacado Donald Trump

O chefe de Estado do Mónaco não conteve as críticas ao presidente dos EUA depois da invasão do Capitólio. Recebeu agora mimos públicos da sua filha mais velha.
10 de janeiro de 2021 às 18:09
Alberto do Mónaco com os filhos que tem fora do casamento com Charlene
Alberto do Mónaco com a filha Jazmin
Alberto do Mónaco com a filha Jazmin
Alberto do Mónaco com a filha Jazmin
Alberto do Mónaco com a filha Jazmin
A filha mais velha de Alberto do Mónaco, Jazmin, com o irmão Alexandre Coste
A filha mais velha de Alberto do Mónaco, Jazmin, com o irmão Alexandre Coste
Alexandre Coste, Alberto do Mónaco, Delia Antal
Embora a cerimónia tenha decorrido a 1 de julho só agora as imagens vieram a público e quem revelou foi uma amiga de Nicole, a atriz Delia Antal
Delia Antal, Alexandre Coste, de 14 anos, e a mãe, a antiga modelo Nicole, em Londres
Alberto do Mónaco com a filha Jazmin
Alberto do Mónaco com a filha Jazmin
Alberto do Mónaco com a filha Jazmin
Alberto do Mónaco com a filha Jazmin
A filha mais velha de Alberto do Mónaco, Jazmin, com o irmão Alexandre Coste
A filha mais velha de Alberto do Mónaco, Jazmin, com o irmão Alexandre Coste
Alexandre Coste, Alberto do Mónaco, Delia Antal
Alexandre Coste, Alberto do Mónaco, Delia Antal
Alexandre Coste, Alberto do Mónaco, Delia Antal
A filha mais velha do príncipe Alberto do Mónaco, Jazmin Grimaldi, agradeceu ao pai por ter pedido que Donald Trump seja responsabilizado pela invasão do Capitólio, na passada quarta-feira, 7.

"Pai, obrigada por falar como um líder mundial diplomático e partilhar estas palavras pungentes com todos nós, não podia concordar mais", disse a jovem atriz e cantora no Instagram. 

Jazmin é uma cidadã norte-americana e mudou-se no ano passado ao seu país de origem para tentar uma carreira de cantora e atriz, como a sua avó Grace Kelly. O príncipe Alberto também tinha cidadania norte-americana, por causa da mãe, mas renunciou aos 21 anos. Contudo, o chefe de Estado do Mónaco não esconde a sua paixão por aquele país e orgulha-se dos anos em que viveu lá. Foi por isso, aliás, que fez declarações tão fortes contra Donald Trump, que incitou uma multidão a invadir a sede legislativa dos Estados Unidos para interromper a contagem de votos. 

"Esta não é a América que eu conheço - aquela na qual cresci parcialmente, fui para a escola. O presidente Trump tem que ser responsabilizado", disse Alberto do Mónaco em declarações à 'People'.

Falando sobre a sua reação ao ver as imagens do assalto ao Capitólio, Alberto descreveu "choque e descrença". "E então rapidamente transformou-se em agonia, na verdade. Mas também raiva sobre como isso podia ter acontecido e como isso foi alimentado pelo presidente Trump [...] Concordo com aqueles que disseram que o presidente Trump deve ser responsabilizado".

A carregar o vídeo ...

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever