'

Notícia

Casas Reais

Advogada de Meghan Markle admite que "é muito difícil provar" que a duquesa não cometeu bullying

A queixa formal apresentada no palácio foi retirada pelas supostas vítimas, mas ainda dá muito que falar. A advogada de Meghan diz que houve "grandes imprecisões" na acusação.
30 de novembro de 2021 às 15:54
Meghan e Harry fazem rara aparição na red carpet em Nova Iorque
A antiga atriz e o marido, o príncipe Harry, foram à gala Salute to Freedom do Intrepid Museum, e Meghan arrasou com um vestido Carolina Herrera.
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
meghan markle, harry
A advogada de Meghan Markle, Jenny Afia, declarou à 'BBC' que houve "grandes imprecisões" na acusação de 'bullying' contra a duquesa de Sussex mas "é muito difícil" provar o contrário.

A falar com a autorização de Meghan para o segundo episódio de 'The Princes and the Press' (Os príncipes e a imprensa, na tradução livre), o documentário que criou atritos entre a BBC e a casa real britânica, Jenny Afia começou por negar as acusações de bullying.

"A alegação era de que a duquesa de Sussex é culpada de 'bullying'", disse. "E é?", questionou o jornalista. "Não. Absolutamente não. A primeira coisa é deixar bem claro o que é o bullying. É usar indevidamente o poder, de forma repetida e deliberada, para ferir alguém física ou emocionalmente", explicou.

"A duquesa de Sussex nega totalmente ter feito isso. Dito isto, ela não gostaria de negar a experiência de ninguém", afirmou.

Questionada se apresentou provas do contrário, Jenny Afia admitiu que "é muito difícil provar uma negativa. Então, se não fizeste bullying contra ninguém, como se prova isso?".

"Só negar a alegação não resolve o problema subjacente de que a acusação foi feita", justificou.

Foi no ano passado que foi tornado público que um secretário do Palácio de Kensington revelou que dois funcionários estariam a sofrer assédio moral de Meghan, mas estes dois mesmos funcionários, as supostas vítimas, retiraram a queixa contra a duquesa este ano. "Quando isto foi revelado ao público, os dois indivíduos pediram para o assunto ser terminado e não haver uma queixa oficial", afirmou uma fonte ao jornalista Omid Scobie, autor da biografia ‘Finding Freedom’.

A carregar o vídeo ...
É só uma brincadeira de Ellen, para a rubrica dos apanhados. Veja as imagens hilariantes.

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever