'

Notícia

Polémica

Sem querer "lavar roupa suja"! Dalila Carmo magoada com a TVI: "Aquele canal não foi correto comigo e eu acho que não merecia"

Era uma das estrelas maiores da estação de Queluz de Baixo, mas, ao fim de 21 anos, deixou de ter contrato de exclusividade. Diz a atriz: " Tenho ficado calada porque para já, não vale a pena lavar roupa suja em público".
23 de fevereiro de 2021 às 09:07
O cansaço extremo de Dalila Carmo em imagens
Relato dramático da atriz: não dorme, não come e não sai de casa. Esgotada, atriz lança grito de alerta contra excesso de trabalho e stress nas gravações da novela da TVI. Chá milagroso é que a mantém viva. As férias chegam dentro de pouco tempo e assim conseguir recuperar.
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
Dalila Carmo
No final de 2020, Dalila Carmo viu o seu contrato de exclusividade com a TVI não ser renovado. Agora, a atriz, que ao longo de 21 anos foi uma das estrelas maiores da estação, veio dizer que o processo não foi bonito e que não foram corretos consigo.

Em entrevista ao jornal 'Sol', Dalila Carmo decidiu falar do que aconteceu: "Não quer dizer que eu tenha ficado feliz pela situação, mas foi mais pela forma como ela aconteceu do que pela situação em si. Houve realmente um elo afetivo que se partiu, porque aquele canal não foi correto comigo e eu acho que não merecia", começou por dizer.

"Para todos os efeitos, estive 21 anos lá e nós gostamos de ser acarinhados, gostamos que reconheçam o nosso trabalho, gostamos de acreditar que precisam e que gostam de nós. Quando o elo afetivo se perde, isso sim é irrecuperável. O dinheiro, se não conseguimos de uma maneira, tentamos de outra. Se não ganhamos mais, ganhamos menos, se não posso viajar para o Japão vou para um sítio mais económico", acrescentou a atriz ao referido semanário.

Mas há mais: "Para mim, o mais grave dessa situação foi eu ter estado 21 anos ligada a um lugar - de onde saí durante quatro anos porque foi a altura em que vivi em Madrid e nessa altura foi uma coisa discutida e foi um afastamento saudável – e ter sentido que foi feio, tal como foi feio com outras pessoas antes de mim. Eu tenho ficado calada porque para já, não vale a pena lavar roupa suja em público apesar de eu agora estar a dar alguns sinais de que a coisa não foi bonita e é um assunto que tem de morrer".

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever