'

Notícia

luxo

Mercado de luxo? Sim, Paula Amorim acredita que pode crescer em Portugal e até já tem nova estratégia

O designer de moda Ricardo Preto foi chamado pela empresária para ajudar a fazer crescer as marcas do grupo, entre as já existentes e as que ainda estão em desenvolvimento, tal como a JNcQUOI House, investimento de 10 milhões de euros que tem abertura planeada para 2023. Internacionalização também entre os planos.
23 de novembro de 2021 às 12:32
Esta é a mulher mais poderosa de Portugal
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim
Paula Amorim

Foi anunciado esta segunda-feira o regresso do designer de moda de renome Ricardo Preto a Portugal para assumir o posto de diretor criativo da Amorim Luxury, depois de uma passagem pela Rustan’s, nas Filipinas. Uma contratação que é representativa daquela que tem sido a ambição demonstrada pela líder do grupo, Paula Amorim, para a direção da empresa.

De acordo com o comunicado que foi divulgado, foi o "potencial enorme de crescimento" da Amorim Luxury que levou Ricardo Preto a aceitar a proposta, tendo adjetivado o conceito como "inovador" e sublinhado a dimensão do desafio. O estilista irá assumir a direção criativa da marca já existente de lifestyle, JNcQUOI Maison, e da marca de luxury fashion, PAULA – parte da já estabelecida Fashion Clinic – mas também das duas marcas que se encontram em desenvolvimento.

...
Ricardo Preto, nova contratação da Amorim Luxury

Estas são a JNcQUOI Comporta, o espaço algarvio que inclui uma multitude de recursos que constitui a primeira aposta de Paula Amorim na indústria hoteleira, e o novo projeto JNcQUOI House, atualmente em construção na Avenida da Liberdade, um investimento de 10 milhões de euros no espaço anteriormente designado ao Veneza Inn, cuja abertura está agendada para 2023. Importa referir, contudo, que esta entrada no rol de investimentos, no passado mês de abril, coincidiu com o largar da Fashion Clinic do Fórum Tivoli e dos espaços de Gucci e da Dolce&Gabbana, todos também na Avenida da Liberdade.

Para além disto, em maio deste ano, a Amorim Luxury anunciou igualmente a entrada no mercado dos vinhos, com dois produtos de marca JNcQUOI, desenvolvidos com base em castas tradicionais do Douro, em parceria com a Quinta do Crasto, e que são servidos nos dois restaurantes JNcQUOI, Asia e Avenida, que já se tornaram ex libris da restauração na capital portuguesa. Esta incursão simboliza a incessante busca por novas áreas de investimento que permitam expandir o alcance da marca.

De facto, Miguel Guedes de Sousa, CEO da Amorim Luxury, referiu no âmbito da contração de Ricardo Preto que a intenção passa pela "crescimento e internacionalização do grupo nas diferentes áreas", fazendo antever a entrada em mercados além-fronteiras, plano que, aliás, já havia sido referido em 2019 pelo próprio, tendo revelado em entrevista ao 'Económico' que já tinha um acordo com uma consultora estrangeira. Ademais, todo este planeamento se enquadra no conceito de "food meets fashion meets hospitality", o principal mote da empresa que se tem refletido em todos os projetos que têm sido apresentados ao público e que certamente não ficarão por aqui.

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever