'

Notícia

THE MAG - The weekly magazine by Flash!

A "culpada" disto tudo? O drama de Cristina Ferreira que foi para a TVI para vencer mas continua presa ao passado na SIC

A guerra das audiências já esteve mais renhida mas a SIC volta a destacar-se no topo da tabela. Já é o segundo ano que Cristina põe as "mãos na massa" como diretora de Entretenimento e Ficção, mas a vitória continua a ser de Daniel Oliveira. A apresentadora foi de férias e a derrota intensifica-se. O que é que falta para dar a volta aos resultados?
Carolina Pinto Ferreira
Carolina Pinto Ferreira
17 de junho de 2022 às 02:00
A carregar o vídeo ...
Nunca a guerra das audiências foi tão intensa entre a SIC e a TVI e, se pensarmos bem, não é preciso irmos assim tão longe para percebermos onde é que ela começou "a sério". O início desta luta - onde ninguém quer perder - tem apenas um nome: Cristina Ferreira. 
 
Andemos quatro anos para trás. Corria o verão de 2018 quando os espetadores foram confrontados com uma das mais bombásticas transferências da televisão portuguesa: Cristina Ferreira estava de saída da casa "que a viu nascer" como apresentadora e prestes a mudar-se de malas e bagagens para a concorrente SIC. Para muitos, vista como a transferência do "século"

Cristina Ferreira gasta mais de 3 mil euros na roupa para a estreia na SIC
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina chegou à "casa" de Balsemão e a houve uma verdadeira "revolução televisiva". Com a apresentadora a assegurar o programa das manhãs, num formato renovado, a SIC começou a liderar aquele horário e, rapidamente, a liderar os dias. A mudança de Cristina mudou um paradigma que, até aos dias de hoje, nunca mais se modificou. 

Em 2020, depois de ter sido protagonista desta reviravolta, a apresentadora volta a supreender, mas agora "em grande" e em sentido oposto. Volta para a TVI como acionista e diretora de Entretenimento e Ficção. Porém, até aos dias de hoje, continua a "saborear" do terramoto que causou naquela que voltou a ser a sua casa. É que desde a sua saída (e apesar do regresso) a estação de Queluz de Baixo nunca mais conseguiu reverter a derrota e passar para o primeiro lugar da tabela de audiências. E Cristina tem feito de tudo para conquistar os espetadores. Com uma grelha totalmente reformulada, ideias inovadoras e arriscadas, os resultados tendem a não aparecer e a responsável pode estar à beira de enfrentar o pior mês de sempre (junho) desde que assumiu a direção em 2020. Porquê? O que falta para "dar a volta"?

Num instante tudo muda! Quando Cristina Ferreira e Daniel Oliveira eram amigos
Daniel Oliveira, Cristina Ferreira
Cristina Ferreira, Daniel Oliveira, SIC, TVI
Daniel Oliveira, Cristina Ferreira
daniel oliveira, cristina ferreira
Daniel Oliveira e Cristina Ferreira
Cristina em 'Prémio de Sonho'
Daniel Oliveira, Cristina Ferreira
Cristina Ferreira, Daniel Oliveira, SIC, TVI
Daniel Oliveira, Cristina Ferreira
daniel oliveira, cristina ferreira
Daniel Oliveira e Cristina Ferreira
Cristina Ferreira, premio de sonho, Daniel Oliveira

ELA GOSTA DE GANHAR "COM O QUE É DELA"

Cristina Ferreira não tem pudores em admitir que o formato que foi apresentar para a SIC - 'O Programa da Cristina' - era uma ideia que tinha na gaveta há vários anos, ou seja, desde o tempo em que ainda estava na estação que a viu nascer e onde fez carreira no 'Você na TV'. Quando saiu da estação de Paço de Arcos, a direção de Daniel Oliveira não abriu mão do formato. Pelo contrário, este continua no ar, tendo mudado apenas o nome para 'Casa Feliz' e, claro, os apresentadores que passaram a ser João Baião e Diana Chave. Cristina Ferreira também não esconde que tem uma mágoa sobre o facto do formato com que tanto sonhou continuar no ar na estação concorrente e chegou mesmo a revelar em conversa com Manuel Luís Goucha: "É a vida, é justo, é o que querem fazer. Se me perguntares a mim 'se fosses diretora, fazias o mesmo', digo que não sei. Eu gosto muito de ganhar com o que é meu."

A carregar o vídeo ...
O vídeo que mostra os bastidores e o que os espetadores não veem do programa de Cristina Ferreira
E lá nisso, ninguém pode dizer o contrário! Cristina Ferreira chegou à TVI com ideias bem definidas e tem arriscado tudo para pôr a sua estação no topo. Chegou e revolucionou: pôs Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz nas manhãs, passou Manuel Luís Goucha para a tarde e criou dois programas para si própria: 'O Dia de Cristina' e 'Cristina ComVida', mas nenhum dos dois últimos singragrou. 

Ideiais não lhe faltam e muito menos motivação... Então qual é o problema?

O HUMOR SALVA... MAS POUCO

Mas há uma faixa horária em que a TVI se mostra imbatível: no horário nobre. Cristina Ferreira apostou no humor e a novela 'Festa é Festa' é, neste momento, a galinha dos ovos de ouro da estação, batendo dia após dia as suas concorrentes diretas na SIC. Porém, nem sempre o "mais fácil" é o caminho certo. 

A diretora de Entretenimento e Ficção acreditou que usar a mesma receita para o acesso ao horário nobre poderia dar a ganhar ao canal uns pontos, mas enganou-se. 'Rua da Flores', escrita (também) por Roberto Pereira, tem demonstrado ser um 'flop' e os resultados estão bastante aquém da expectativa. 

Veja como se vestem as personagens da nova novela, 'Rua da Flores'
Paula Neves
Sofia Grilo
Julie Sergeant
Inês Faria
Cristina Ferreira
Mafalda Tavares
Madalena Moniz
Apresentação de Rua das Flores
Apresentação de Rua das Flores
Apresentação de Rua das Flores
Apresentação de Rua das Flores
Apresentação de Rua das Flores
Apresentação de Rua das Flores
Apresentação de Rua das Flores
Os telespectadores não ficaram rendidos e os próprios atores não se mostram satisfeitos com os textos que lhes têm sido apresentados. "A única coisa que eu lhe posso dizer é que estes autores estão a escrever duas novelas ao mesmo tempo e isso é uma coisa desumana, portanto, não chegam para as encomendas, Não haverá nada mais difícil do que escrever comédia, escrever uma novela de comédia mais difícil ainda, escrever duas é uma coisa impensável para mim, impensável", mencionou Ana Bola, a grande protagonista e aposta do enredo. E se os diários do 'Big Brother' garantiam esta faixa horária, tudo foi por água abaixo com o seu fim. 

Deixando o humor para trás... há outro "calcanhar de aquiles" na estação de Mário Ferreira (e que foge totalmente do controlo de Cristina): a informação. A TVI perde tanto no horário da hora de almoço como - e aí mora o problema - à hora de jantar, de forma categórica, para a SIC. Provavelmente enquanto a questão "informação" não estiver resolvida, nada estará. Mas o que pode a responsável do Entretenimento fazer a esse respeito?

"GUARDA" PARA SI UM FORMATO INFALÍVEL

Há uma coisa em que Cristina é vencedora: como anfitriã do 'Big Brother'. Desde que assumiu a apresentação do reality show, que a "saloia da Malveira" voltou a ser líder no seu horário... mas o dia (de domingo) continuou a ser uma derrota. 

A carregar o vídeo ...
A diretora de Entretenimento e Ficção da TVI fez questão de estar ao lado do madeirense no seu primeiro 'Somos Portugal'.
Apesar de garantir que nunca teve a ambição de apresentar um reality show, o 'Big Brother' não deixa de ser o reality mais visto do mundo e que dificilmente desilude no que diz respeito a resultados. Foi durante muitos anos do domínio de Teresa Guilherme, que foi "obrigada" a passar a Manuel Luís Goucha o testemunho e, mais tarde, a Cláudio Ramos, que teve em mãos um dos maiores projetos da sua vida e que conquistou os portugueses com um 'BB' diferente, bem ao estilo desta nova geração. 

Tentaram-se duplas e, mesmo vencendo, Cristina Ferreira tomou posse de um dos maiores programas televisivos, pelo qual se apaixonou e que já está reservado, com o seu nome, para setembro. 

DE FÉRIAS E EM RISCO DE REGISTAR O PIOR MÊS DE SEMPRE

Se a SIC temeu perder o primeiro lugar da tabela, nestes últimos dias e com o fim do 'Big Brother' - aos domingos e diariamente, no fim de tarde e fim da noite - tem motivos para respirar de alívio. O mês ainda não terminou, mas até ao dia 15 de junho, a TVI registou o pior mês do ano, com 15,1% de share. 

Veja as fotografias de Cristina Ferreira em Maiorca
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Cristina Ferreira
Os alarmes tocam em Queluz de Baixo enquanto Cristina Ferreira aproveita para tirar uns dias de férias. Primeiro esteve em Palma de Maiorca com a melhor amiga, Catarina Duarte. Depois, voou novamente até à Madeira. "Há terras que, não sendo nossas, nos estão cravadas na pele", escreveu quando aterrou. 

Mas, se ao mesmo tempo, o sentimento é de paz e descanso, a diretora de Entretenimento e Ficção tem agora motivos para se preocupar. Se o mês se mantiver com este resultado, Cristina Ferreira preprara-se para enfrentar o pior mês de sempre desde que assumiu o cargo de direção em setembro de 2020.

"Não tenho medo de nada porque, foi sempre, tudo feito com o coração. Umas vezes, vamos ganhar e outras vamos perder. Andamos aqui neste despique e isso só nos torna melhores profissionais", afirmou. Será, Cristina?


Vai gostar de

você vai gostar de...

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever