Notícia

Polémica

Nova Batalha! Carrilho volta ao tribunal por violência doméstica

Tribunal aceitou recurso do Ministério Público e vai voltar a julgar os alegados crimes de maus tratos a Bárbara Guimarães.
22 de outubro de 2018 às 16:41
Guerra entre Bárbara Guimarães e Carrilho regressa ao tribunal
A guerra entre Bárbara Guimarães e Manuel Maria Carrilho afinal poderá ainda não ter acabado. O Ministério Público foi desenterrar a polémica decisão da juiza Joana Ferrer Antunes, ao absolver o ex-político do crime de violência doméstica contra a apresentadora da SIC.
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães, Aniversário
Barbara Guimarães
Bárbara Guimarães, Aniversário
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Bárbara Guimarães, Manuel Maria Carrilho
A pena de Manuel Maria Carrilho poderá ser revista se o Tribunal da Relação der razão aos argumentos da procuradora Nadine Xarope. O ex-político poderá ser condenado a um crime por violência doméstica.
Bárbara Guimarães, Manuel Maria Carrilho
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães, Aniversário
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães, Aniversário
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Bárbara Guimarães, Manuel Maria Carrilho
Pena de Carrilho
A polémica guerra entre Manuel Maria Carrilho e Bárbara Guimarães vai regressar ao tribunal pelas mãos do Ministério Público (MP). 

O recurso da sentença que absolveu o ex-ministro da Cultura, interposto pela procuradora Nadine Xarope em março deste ano, foi mesmo aceite, o que anula a decisão da juiza Joana Ferrer Antunes, de dezembro.

Carrilho condenado a pagar uma pechincha aos sogros
Manuel Maria Carrilho foi condenado a pagar 1500 euros aos pais de Bárbara
Durante os anos em que estiveram juntos, imagens de apoio como esta eram habituais. Carrilho, acompanhado pela então esposa, no final do discurso de derrota eleitoral, nas autarcas de 2005
Bárbara Guimarães com a sua progenitora
Bárbara Guimarães com a mãe, Isabel Amorim dos Santos
A apresentadora ladeada pelo pai, João Antero, e pelo irmão, Vicente
Bárbara Guimarães, pais, João Antero, Isabel Amorim dos Santos, Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
O então casal, numa manifestação contra a Guerra no Iraque, em 2003. Bárbara e Carrilho estiveram casados 12 anos
Bárbara e Carrilho continuam em guerra
Manuel Maria Carrilho é acusado de violência doméstica. Ao contrário do que é costume, na sexta-feira, 14, não quis prestar declarações aos jornalistas.
Bárbara Guimarães
O ex-marido de Bárbara Guimarães é seguido por um psiquiatra que lhe controla
Bárbara e Carrilho estão oficialmente divorciados desde novembro de 2013. As constantes idas do ex-ministro à casa onde ficara a morar a mulher causava medo à apresentadora
Bárbara acusa Carrilho de perseguição
Barbara Guimarães foi considerada pelo advogado de Carrilho como
Manuel Maria Carrilho foram casados entre 2001 e 2013.
Barbara Guimarães
Manuel Maria Carrilho, Dinis Maria, Instituto de Medicina Legal, SIC, Bárbara Guimarães, Carrilho
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães à saída do tribunal
Manuel Maria Carrilho
manuel maria carrilho
Bárbara Guimarães, pais, João Antero, Isabel Amorim dos Santos, Manuel Maria Carrilho
Bárbara Guimarães, pai, irmão
Bárbara Guimarães, pais, João Antero, Isabel Amorim dos Santos, Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho , tribunal, bárbara guimarães
manuel maria carrilho
Manuel Maria Carrilho, Bárbara Guimarães
Manuel Maria Carrilho , tribunal, bárbara guimarães
Bárbara Guimarães Paparazzi
manuel maria carrilho
manuel maria carrilho
Bárbara acusa Carrilho de perseguição
Bárbara Guimarães
bárbara guimarães
Barbara Guimarães
Manuel Maria Carrilho, Dinis Maria, Instituto de Medicina Legal, SIC, Bárbara Guimarães, Carrilho
Bárbara Guimarães
Bárbara Guimarães
De acordo com o 'Correio da Manhã', a absolvição do crime de violência doméstica vai ser agora analisada pela Relação. O MP alega que Carrilho deveria ter sido julgado por mais de um crime de maus tratos à apresentadora. 

Em dezembro, a juíza Joana Ferrer justificou a absolvição de Carrilho argumentando não ter vislumbrado qualquer relação de "aterrorizamento e de rebaixamento da dignidade" de Bárbara Guimarães por parte do arguido. 

Carrilho sorridente após ser absolvido de violência doméstica
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
Manuel Maria Carrilho
O tribunal considerou que Carrilho cometeu apenas um crime de difamação, tendo-o condenado a uma multa de 900 euros.

Outra sentença terá de ser proferida. 

A carregar o vídeo ...

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável

;