'

Notícia

A FLASH! já está no WhatsApp.
Siga-nos!
Seguir
Polémica

8 anos depois do bárbaro crime, o que é feito de Renato Seabra, o assassino de Carlos Castro

Modelo estava em Nova Iorque com o namorado Carlos Castro quando se deu o crime que chocou o país, e até os Estados Unidos.
24 de outubro de 2019 às 17:00
O inferno de Renato Seabra em prisão de alta segurança
Renato aproximou-se de Carlos Castro, tal como fizera Luís, para encontrar apoio a nível profissional
Renato Seabra
Renato Seabra só terá hipótese de sair da prisão daqui a 18 anos
Carlos Castro foi assassinado por Renato Seabra, em janeiro de 2011
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Renato e Carlos Castro durante a viagem a Nova Iorque, que terminou da pior maneira, com uma amiga do cronista social
Carlos Castro e Renato Seabra. O jovem, à época com 21 anos, terá sido o segundo homem a tomar-lhe conta do coração
Carlos Castro e renato seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Renato Seabra
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro
Carlos Castro e renato seabra
Carlos Castro e Renato Seabra
O ano de 2011 mal tinha começado quando o país acordou com a notícia de que o mais conhecido cronista social português, Carlos Carlos, havia sido assassinado e torturado por um jovem modelo com quem alegadamente mantinha uma relação.

Os dois haviam viajado juntos para Nova Iorque, onde deram as boas-vindas ao novo ano.

Renato Seabra, de 21 anos à época, foi condenado a 25 anos de prisão efectiva pela morte de Carlos Castro. Uma vez que o crime foi perpetado nos Estados Unidos, o jovem não pôde ser deportado para o nosso país. Neste momento, Seabra, já com 29 anos, está detido em Clinton Correctional Facility, um estabelecimento de alta segurança, localizada junto à fronteira do Canadá.

"Galifão" é o nome do vinho carinhosamente dedicado a Renato Seabra
renato seabra
renato seabra
Diogo na sua empresa, Silva Salgado Vinhos, em Cantanhede, com uma garrafa de "Galifão" na mão
O rótulo é inspirado em Renato Seabra. O amigo conta que "galifão" é um termo muito utilizado por ele
Renato e Carlos Castro durante a viagem a Nova Iorque, que terminou da pior maneira, com uma amiga do cronista social
Carlos Castro e Renato Seabra. O jovem, à época com 21 anos, terá sido o segundo homem a tomar-lhe conta do coração
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
Renato Seabra só terá hipótese de sair da prisão daqui a 18 anos
renato seabra
renato seabra
Carlos Castro e renato seabra
Carlos Castro e Renato Seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
renato seabra
Renato Seabra
O jovem português, tal como os outros detidos, pode receber três visitas por semana desde que devidamente autorizadas pelo estabelecimento prisional.

Contudo, com a família e os amigos em Portugal, Renato Seabra raramente tem visitas. A mãe, Odília Pereirinha, faz de tudo para visitar o filho, pelo menos, de 3 em 3 meses.

Vídeo revelado depois do crime mostra o modelo com um homem mais velho.

Saber mais sobre

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas