'

Notícia

Polémica

Cláudio Ramos revela "ódio" por Joana Latino com quem tinha de trabalhar na SIC. "Não me identifiquei com ela"

Ódio de estimação: o comentador social e apresentador arrasa a antiga colega do 'Passadeira Vermelha'.
10 de novembro de 2020 às 16:21
Joana Latino envolvida em reportagens que obrigam SIC a pedir desculpas
Joana Latino
Joana Latino
Joana Latino
Joana Latino
Joana Latino
Joana Latino
joana latino
Joana Latino foi surpreendido nesta quarta-feira ao ver o seu nome envolvido no reality show da TVI
Joana Latino
Joana Latino
Joana Latino
Joana Latino
Joana Latino
Joana Latino
joana latino
Joana Latino
Nove meses depois de trocar a SIC pela TVI, Cláudio Ramos revelou que afinal o clima no 'Passadeira Vermelha' era pesado com a presença de Joana Latino.

"Odiei trabalhar com a Joana Latino. Achei um horror, os nosso feitios não casavam", afirmou em declarações "À Cara Podre", da RFM.

"No 'Passadeira', criámos um ambiente muito bom. Eu, a Ana [Marques], a Luísa [Castel Branco] e a Liliana [Campos] éramos uma espécie de irmãos. Éramos um grupo. Depois entrou a Maria [Botelho Moniz], que foi muito bem recebida e gostávamos muito de trabalhar com ela. Depois, quando entra a Joana, eu, pessoalmente, não me identifiquei com ela, com a maneira de trabalhar dela. Respeitei sempre o espaço dela, ela respeitou sempre o meu, mas não amava trabalhar com ela", confessou.

Joana tem estado no centro de fortes polémicas no 'Passadeira', com acusações de racismo de José Castelo Branco e ainda de tentar dimunuir o papel das mulheres, como no caso de Júlia Palha - esta última polémica foi na altura alimentada também por Cláudio Ramos.

A carregar o vídeo ...
No programa 'Passadeira Vermelha', a comentadora afirmou que o socialite tinha 'uma inutilidade a roçar o cafre'. O termo é insulto racista.

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever