'

Notícia

Polémica

Isto não pára: ex-companheira de António Pedro Cerdeira quebra o silêncio para falar dos maus-tratos e mostrar agressões

Depois da notícia avançada pelo 'CM' de alegados maus-tratos do ator à ex-companheira, Susana Silva conta a sua versão dos acontecimentos. "Desejo que seja punido", afirma.
24 de novembro de 2022 às 13:49
As fotos apaixonadas de António Pedro Cerdeira com a namorada
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
antónio pedro cerdeira, susana silva
"Eu vivi o pesadelo durante sete anos. Vivi uma relação onde era agredida verbalmente, onde era agredida fisicamente, mas não eram agressões ao estilo de empurrões ou chapadas, eram mesmo murros na cabeça, eram pontapés, era trela de cão, eram bancos que me abriam a cabeça", foi este o testemunho de Susana Silva falando dos alegados maus-tratos de que diz ter sido vítima por parte do homem com quem viveu durante nove anos: António Pedro Cerdeira.

Contou também ao repórter do programa da manhã da estação de Queluz de Baixo, que já havia feito uma queixa contra o ator da novela 'Sangue Oculto', da SIC: "Foi feita dia 09 de outubro de 2020. Sete dias depois a minha mãe morreu porque não suportou ver o meu corpo. A minha mãe gostava do Pedro, portanto, foi uma grande desilusão para ela e da minha parte para a minha mãe que lhe mentia. E a minha mãe morreu sete dias depois", recordou.

Questionada sobre uma das imagens que fez chegar à produção do programa onde se vê a cabeça a sangrar, diz a ex-companheira de Cerdeira: "Essa agressão foi uma ressaca do António Pedro Cerdeira. Ele tem um carácter controlador, manipulador, castrador, onde a mulher não é nada, e foi numa ressaca onde eu estava na cozinha e eu pedia para ele parar […] Pegou no banco e mandou-me com o banco e eu comecei a sangrar… ainda tive que limpar o sangue a chorar".

Afirmou: "Eu não desejo a prisão a Pedro Cerdeira que é uma coisa mesmo feia, mas eu desejo que seja punido, que tenha vergonha na cara do que está a fazer às mulheres…". Susana Silva admitiu ainda que já tinha ouvido falar que o ator havia sido violento noutras relações do seu passado, mas que o amor que sentiu por ele acabou sempre por falar mais alto. 

Soube-se também neste programa – através de uma resposta da agente de António Pedro Cerdeira – que corre um processo, interposto pelo ator, contra Susana Silva por violência doméstica. 

Saber mais sobre

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas