'

Notícia

Nacional

Finalmente revelada a causa de morte do fotógrafo Pedro Palma, que namorou com Cristina Caras Lindas

Fotógrafo dos famosos foi encontrado sem vida na bagageira do seu carro, depois de vários dias de buscas.
04 de março de 2020 às 20:21
A carregar o vídeo ...

O desaparecimento e depois a morte de Pedro Palma, fotógrafo dos famosos que chegou a namorar com Cristina Caras Lindas e Clara Pinto Correia, com quem casou, fez correr muita tinta.

Desaparecido a 24 de agosto de 2017, o corpo foi encontrado no dia 29, depois dos amigos e familiares alertarem para a incerteza sobre o seu paradeiro... E foi na bagageira do carro que Pedro Palma foi encontrado. Dentro da viatura encontravam-se as chaves e os documentos.

Várias teses foram levantadas, nomeadamente de que teria sido vítima de supostos agentes secretos já que Pedro Palma era suspeito de ter ligações a serviços de espionagem. Chegou mesmo a ser detido em Angola por alegada espionagem...
mas o resultado da autópsia, agora revelado por Hernâni Carvalho, na revista 'TV Mais', "afasta qualquer tese suicídio por confinamento".

Caras Lindas revela fotos inéditas com Pedro Palma
Um momento de grande cumplicidade, dias antes do desaparecimento de Pedro Palma, entre o fotógrafo e Cristina Caras Lindas, num café, em Sintra
Pedro Palma, Cristina Caras Lindas
Pedro Palma já tinha dado sinais de andar "zangado com a vida", descreveu Caras Lindas, em entrevista à CMTV
Pedro Palma
Pedro Palma, Cristina Caras Lindas
Pedro Palma, Cristina Caras Lindas
Pedro Palma, Cristina Caras Lindas
Pedro Palma, Cristina Caras Lindas
Pedro Palma
Pedro Palma
Pedro Palma, Cristina Caras Lindas
Pedro Palma, Cristina Caras Lindas

Mais: a autópsia, garante a revista, diz que a morte terá acontecido por "arteriosclerose grave das artérias coronárias" e que "o cadáver não apresentava vestígios de álcool, de drogas, ou de abuso de medicamentos", ou seja, que a morte terá acontecido por causas naturais.

Mas nem todos estão convencidos com este desfecho, nomeadamente Hernâni Carvalho, que dois anos depois da morte continua com dúvidas sobre o que aconteceu. Dúvidas que, garante, são as mesmas que alguns peritos forenses também têm. "Encontrado em posição fetal na mala do carro, parecia que Pedro Palma tinha perecido durante um sono tranquilo. Quem morre de doença coronária tem espasmos nos últimos instantes de vida. Agoniza. Pode ficar em posição fetal, como se nada tivesse acontecido?", questiona. 

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diariamente todas as noticias de forma confortável
Subscrever