Notícia

Lifestyle

Cofina já realizou acordo com a Prisa para compra do Grupo Media Capital

A Cofina lançou uma OPA sobre a Media Capital, numa operação que avalia a empresa alvo de OPA nos 255 milhões de euros.
21 de setembro de 2019 às 11:27
...
Cofina já realizou acordo com a Prisa para compra do Grupo Media Capital

A Cofina anunciou o lançamento de uma oferta pública de aquisição (OPA) sobre a Media Capital, dona de ativos como a TVI e a Rádio Comercial, de acordo com um comunicado emitido para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

De acordo com o 'Negócios', a contrapartida oferecida pelas ações da Media Capital que estão em bolsa é de 2,3336 euros. Uma vez que a percentagem de capital que não está em mãos de acionistas de referência é reduzido, o valor desta oferta é inferior a 10,5 milhões de euros. O free float da Media Capital é de apenas 0,26%. 

Já a Prisa, que detém através da Vertix 94,69% do capital da Media Capital, vai receber uma contrapartida máxima de 2,1322 euros, no âmbito do acordo. Esta operação representa um encaixe de 170,6 milhões de euros para a Prisa, de acordo com um outro comunicado emitido pela empresa espanhola. Este valor representa uma menos-valia de cerca de 76 milhões de euros para as contas da Prisa

Os restantes 5% da Media Capital estão nas mãos da Abanca. 

A diferença entre o encaixe da Prisa e o valor pago aos outros investidores que têm ações da Media Capital face ao valor reportado pela Cofina justifica-se pelo facto de a empresa liderada por Paulo Fernandes assumir a dívida da dona da TVI.

A empresa liderada por Paulo Fernandes – a que pertence a FLASH! – realça que esta operação vai criar "um grupo financeiramente forte", o que garante a "independência editorial e a criação de valor para todos os stakeholders, incluindo colaboradores, acionistas, clientes, fornecedores e parceiros."

De acordo com comunicado do presidente do Conselho de Administração, Paulo Fernandes, "O novo Grupo Cofina constituir-se-á como uma plataforma capaz de assegurar aos portugueses uma oferta diversificada de conteúdos de informação e entretenimento, através da imprensa escrita, televisão e rádio, seja offline ou online.

Como é timbre da Cofina, os nossos objetivos passam por ter um grupo de media tecnologicamente evoluído, capaz de gerar eficiências e com foco contínuo na liderança dos segmentos em que opera, assegurando a sustentabilidade dos conteúdos de língua portuguesa.

(...) Esta aquisição permite, que após alguns anos, um dos principais grupo de meios de comunicação social, volte a ter um acionista de matriz nacional."

A oferta está agora condicionada à aprovação da Autoridade da Concorrência (AdC) e da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC).

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável