Notícia

Polémica

Movimento "Me Too" chega às grandes marcas e é arrasado nas redes sociais

Uma marca de produtos masculinos para a barba está a ser acusada de difundir "propaganda feminista" no seu mais recente anúncio.
16 de janeiro de 2019 às 11:27
...
Movimento "Me Too" chega às grandes marcas e é arrasado nas redes sociais
O novo anúncio da Gillette pretendia transmitir uma mensagem positiva contra o machismo, o assédio sexual e a "masculinidade tóxica", segundo a própria marca de lâminas.

No entanto, muitos homens sentiram-se ofendidos com o vídeo, intitulado "O Melhor que os Homens Podem Ser' e estão a expressar a sua revolta através das redes sociais. Até agora, 224 mil pessoas fizeram "gosto" no anúncio no Youtube... e 590 mil escolheram a opção "não gosto".

"Isto é propaganda feminista", "Os homens não são todos iguais", "Claro que os homens negros são educados e os brancos são agressores, não é?", "Este anúncio é anti-homens", "Denunciei isto por discurso de ódio", "Nunca mais na vida compro nada da Gillette" e "O vosso trabalho é produzir lâminas, não é ensinar-me a ser um homem", são algumas das muitas críticas que se podem ler nas mais variadas plataformas online.



O consenso geral é apelo ao boicote à marca e várias pessoas exigem um pedido de desculpas da Gillette, mas até agora a empresa ainda não emitiu qualquer comunicado.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável