Notícia

Nacional

Mais uma derrota: Bruno de Carvalho perde custódia da filha em tribunal

O ex-presidente leonino pediu custódia partilhada da filha Diana com o argumento de que “não consegue ser pai em 67 dias”. No entanto, o seu pedido foi recusado.
30 de junho de 2018 às 13:14

Bruno de Carvalho está "numa maré de azar". Primeiro, foi destituído da Presidência do Sporting e agora, perdeu a batalha judicial pela filha Diana, de 3 anos de idade. O antigo presidente leonino tinha pedido ao Tribunal a guarda partilhada da filha com o argumento de que "não conseguia ser pai na sua plenitude, apenas 67 dias por ano", ou seja, em fins-de-semana alternados com a ex-mulher, Cláudia Dias Gomes.

Recentemente, Cláudia Dias Gomes impediu o ex-marido de ver a filha, referindo que as polémicas que o envolvem "não são benéficas para a estabilidade da criança." A relação do ex-casal "azedou" no dia 19 de maio, quando Bruno de Carvalho acusou a ex-mulher de ter levado a filha sem o informar.

No entanto, Cláudia Gomes não ficou calada e contou que tinha pedido ao marido para ficar com a filha no fim-de-semana devido às polémicas que o envolviam.

"Pedi ao pai da Diana, na passada sexta-feira, que a nossa filha ficasse comigo neste fim-de-semana, poupando-a a tumultos e perturbações previsíveis. Aliás, é evidente que o Bruno não teria condições de passar qualquer tempo de qualidade com a Diana", explicou.

A carregar o vídeo ...

Numa entrevista dada ao "Expresso" há pouco mais de um mês, Bruno de Carvalho acusou a ex-mulher de ter mudado de postura relativamente ao acordo assinado em 2016, altura em que o casal se divorciou. "Tínhamos o mesmo acordo que temos agora mas neste momento a minha ex-mulher decidiu levar o acordo de forma literal. E infelizmente está a ser apoiada por uma juíza que acha que uma pessoa pode ser pai 365 dias estando 67 com uma filha. Eu estou a pedir a guarda partilhada porque não acredito que se possa ser pai em 67 dias", explicou.

Apesar do seu pedido, o Tribunal decidiu e Diana vai continuar aos cuidados da mãe. No entanto, Bruno de Carvalho vai pedir recurso para conseguir a guarda partilhada da filha.

Comentários

Comentários
este é o seu espaço para poder comentar as nossas notícias!

Mais Lidas

+ Lidas

Instagram

Instagram

Newsletter

Newsletter

Subscreva a newsletter e receba diáriamente todas as noticias de forma confortável