'

Notícia

Casas Reais

Marido da infanta Cristina vai ficar em liberdade

Iñaki Urdangarín vai aguardar o início da sua sentença de 6 anos e 3 meses em liberdade, ao contrário do que tinha sido pedido pelo Ministério Público.
23 de fevereiro de 2017 às 16:48
Cristina e Iñaki: dos luxos à desgraça
Infanta Cristina e Inaki nos tempos da vida de luxo da casa real espanhola
infanta cristina, caso nóos, tribunal, espanha
Inaki envelheceu anos a fio desde que se viu incriminado no caso Noos, por desvio de milhões de euros de dinheiros públicos, através da sua fundação e empresas fantasmas
Os 4 filhos da infanta Cristina e Inaki, Pablo, Juan , Miguel e Irene
Infanta Cristina em tribunal e muito envelhecida
O casamento de sonho em 1997 entre a filha dos reis de Espanha e o menino bonito, Inaki
Antes do escândalo Noos Inaki e Cristina estavam presentes em todos os eventos da família real espanhola
O último verão em maiorca com a família reunida antes do escândalo Noos vir a público, em finais de 2013
Em 2014 com a acusação de Inaki no escândalo a sua figura de cera é retirada da família real espanhola
Os ex duques de Palma e os filhos mudaram-se para a Suíça desde o escândalo
As férias em Maiorca no iate do rei e com a família real são já coisa do passado. Só os filhos continuam a ir de férias com a rainha Sofia
A infanta nunca deixou de amar o marido tendo optado por ficar com ele em vez de se divorciar
A infanta Cristina e Inaki acabaram por ser afastados da família real e apenas a rainha Sofia e a infanta Elena se dão com eles
iñaki urgandarín
iñaki urgandarín
iñaki urgandarín
infanta cristina
infanta cristina, caso nóos, tribunal, espanha
inaki
infanta de espanha
infanta cristina
casamento infanta Cristina
Família real espanhola
familia real espanhola
familia real espanhola
infanta cristina
infanta cristina
infanta cristina
infanta cristina
iñaki urgandarín
iñaki urgandarín
iñaki urgandarín
Contra a vontade do Ministério Público espanhol, Iñaki Urdangarin – que, na semana passada, foi condenado a 6 anos e 3 meses de prisão por crimes de prevaricação, fraude e tráfico de influência, no caso Nóos – vai ficar em liberdade.

O MP pedira a prisão imediata do marido da infanta Cristina – ou o pagamento de 200 mil euros de fiança – mas o Tribunal decidiu que Urdangarín vai aguardar o início da sentença em liberdade, embora condicionada: terá de se apresentar a um juiz, na Suíça, onde reside, no primeiro dia de cada mês.

Recorde-se que a irmã do rei Felipe VI foi absolvida de todos os crimes, e planeia mudar-se para Portugal para ficar mais perto do marido, quando este estiver preso em Espanha.

Saber mais sobre

Vai gostar de

você vai gostar de...

Mais Lidas

+ Lidas